Repositório Digital

A- A A+

Do Hipócrates para o hipócrita : a formação do ator em tempos de mídia

.

Do Hipócrates para o hipócrita : a formação do ator em tempos de mídia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Do Hipócrates para o hipócrita : a formação do ator em tempos de mídia
Autor Alcântara, Celina Nunes de
Orientador Fischer, Rosa Maria Bueno
Data 2004
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Altas Horas (Programa de televisão)
Ator
Isto é Gente (Revista)
Mídia
Minha Novela (Revista)
Teatro
Tititi (Revista)
Video Show (Programa de televisão)
Resumo Esta dissertação busca pensar o conceito de formação no trabalho do ator a partir da relação com a mídia. Para tanto, discutem-se algumas idéias e conceitos que, na hipótese aqui defendida, têm referenciado e pautado um certo modo de mostrar-se como ator na atualidade. A análise - fundamentada em autores como Hannah Arendt, Jean-Jacques Roubine, Christopher Lasch, Guy Debord - centra-se em problematizar a idéia apriorística de talento; a busca pela fama (celebrização) como forma de avalizar o próprio trabalho; as formas de lidar com as relações entre público e privado; as transformações instauradas pela mudança na abordagem corporal ocorrida no século XX, bem como os conceitos de verdade, realidade, verossimilhança, catarse, mimese e simulacro, problematizados a partir da visão aristotélica configurada na tragédia clássica grega e da ruptura com esses conceitos, promovida pelo drama burguês realista do século XVIII. Estruturou-se também uma abordagem contemporânea para os conceitos de realidade, verdade e simulação, analisados na sua relação com os campos virtual e midiático, a partir de autores como Jean Baudrillard, Slavoj Zizek e Jurandir Freire Costa. Nesta pesquisa, foram recolhidos e analisados dados provenientes de materiais das revistas Tititi, Minha Novela e Isto é gente, bem como de entrevistas com atores, capturadas dos programas Video Show e Altas Horas, ambos da Rede Globo de Televisão. Para estudar o conceito de formação, além da análise mencionada e das questões suscitadas por textos de Jorge Larrosa, foram utilizadas duas diferentes formas de abordar a questão: uma, relacionada a exemplos pedagógicos encontrados na prática teatral, e outra, à proposição pedagógica da mídia, que resulta numa modalidade particular de formação para o ator. Por fim, propõe-se uma forma de pensar a formação, subsidiada pelo conceito de experiência, entendendo-o como aquilo que nos tornamos ao longa da vida; pela busca da autoria, como possibilidade de autorização que constituímos para nós mesmos e pela idéia de nascimento, como um outro começo, algo novo que se inaugura.
Abstract The objective of this dissertation is to examine the concept of the actor’s education from the perspective of the relationship with the media. For this purpose, I discuss some ideas and concepts, which, according to the hypothesis defended in this paper, guide and provide the framework for the way in which actors present themselves nowadays. The analysis – based on authors such as Hannah Arendt, Jean-Jacques Roubine, Christopher Lasch, Guy Debord – focuses on problematizing the aprioristic idea of talent; the pursuit of fame (celebrity) as a way of validating one’s work; the ways of dealing with the relation between the public and the private; the transformations caused by changes in the attitudes towards the body that occurred in the 20th century; and on the concepts of truth, reality, verisimilitude, catharsis, mimesis and simulacrum problematized from the Aristotelian perspective as configured in classical Greek tragedy, and the rupture with these concepts promoted by the realist bourgeois drama of the 18th century. I also take a contemporary approach to the concepts of reality, truth and simulation, analyzed within their relation with the virtual and media fields, based on authors such as Jean Baudrillard, Slavoj Zizek and Jurandir Freire Costa. In my research I have collected and analyzed data from materials found in the weekly magazines Tititi, Minha Novela and Isto é gente, and also interviews with actors, captured from the television programs Video Show and Altas Horas both broadcast by Globo Television. In order to examine the concept of education, besides the undertaking the analysis mentioned above and addressing questions raised by Jorge Larrosa’s texts, I used two different approaches to the issue: one related to pedagogical examples found in theatre practice, and the other related to the pedagogical proposition of the media, which results in a particular type of actor’s education. Finally, I propose a way to consider actor’s education based on the concept of experience, understood here as that which we become throughout our lives; as the pursuit of authorship, as a possibility actors have of being the authors/creators of their own work, and as the idea of birth, as a fresh beginning, the dawning of something new.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/77828
Arquivos Descrição Formato
000449541.pdf (1.163Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.