Repositório Digital

A- A A+

Modificações na estrutura do pasto e no comportamento ingestivo de bovinos durante o rebaixamento do capim-marandu submetido a estratégias de pastejo rotacionado

.

Modificações na estrutura do pasto e no comportamento ingestivo de bovinos durante o rebaixamento do capim-marandu submetido a estratégias de pastejo rotacionado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Modificações na estrutura do pasto e no comportamento ingestivo de bovinos durante o rebaixamento do capim-marandu submetido a estratégias de pastejo rotacionado
Outro título Modifications in sward structure and ingestive behaviour of cattle during the grazing down process of marandu palisadegrass subjected to rotational grazing strategies
Autor Trindade, Júlio Kuhn da
Orientador Silva, Sila Carneiro da
Co-orientador Carvalho, Paulo Cesar de Faccio
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.
Assunto Bovino : Alimento animal
Comportamento animal
Nutricao animal : Dieta
Pastejo
[en] Animal behaviour
[en] Animal movement and forage search
[en] Diet composition
[en] Patterns of behaviour and ingestion
[en] Sward structure
Resumo Práticas de manejo afetam a estrutura do dossel forrageiro, podendo afetar os padrões de deslocamento, procura e ingestão de forragem pelos animais em pastejo. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de estratégias de pastejo rotacionado sobre o comportamento animal e padrões de ingestão de forragem de bovinos de corte em pastos de Brachiaria brizantha cv. Marandu. O experimento foi realizado no Departamento de Zootecnia da USP/ESALQ, de novembro de 2005 a abril de 2006. Os tratamentos experimentais compreenderam a combinação entre duas intensidades (altura pós-pastejo de 10 e 15 cm) e dois intervalos entre pastejos (período de tempo necessário para se atingir 95 e 100% de interceptação luminosa pelo dossel durante a rebrotação - IL), e foram alocados às unidades experimentais (piquetes de 1.200 m²) segundo um delineamento inteiramente casualizado e arranjo fatorial 2 x 2, com 3 repetições. As avaliações foram realizadas de forma repetida em duas épocas do ano: (1) primavera (novembro e dezembro de 2005), e (2) verão (janeiro a abril de 2006). A densidade de lotação foi dimensionada para que a duração do período de ocupação fosse de 10 a 12 horas. Foram avaliadas as seguintes variáveis-resposta: distribuição vertical dos componentes morfológicos da massa de forragem, dinâmica do rebaixamento dos pastos, padrões de ingestão (massa do bocado, taxa de bocados e taxa de consumo), comportamento (pastejo, ruminação e outras atividades), composição morfológica da forragem consumida; padrões de deslocamento e busca por alimento (número de estações alimentares por unidade de tempo e número de passos entre estações alimentares), e padrões de desfolhação de perfilhos individuais (profundidade de desfolhação e freqüência e intensidade de desfolhação de folhas em geral e nas categorias folhas em expansão e expandidas). As maiores taxas de rebaixamento foram registradas para os tratamentos 100/10 e 100/15, enquanto as menores para o tratamento 95/15. De modo geral, à medida que os animais permaneceram nos piquetes e ocorria depleção do estrato pastejável, a taxa de rebaixamento diminuiu em virtude da diminuição da altura do dossel e do aumento da presença de colmos e de material morto no horizonte de pastejo. Apesar de a intensidade de pastejo menos severa (altura pós-pastejo de 15 cm) resultar, no início do pastejo, em menor bocado, taxa de consumo e intensidade de desfolhação de folhas em expansão e expandidas, os animais acabaram consumindo uma forragem com maior proporção de folhas. Ao longo do rebaixamento, os tratamentos de 100% IL resultaram em bocados maiores, mas, no entanto, a taxa de consumo e a proporção de folhas na forragem consumida foram menores em relação aos tratamentos de 95% de IL. Os tratamentos 95/10 e 95/15 estiveram associados com maior atividade de pastejo e maior taxa de consumo, sugerindo maior consumo diário. Entretanto, o tratamento 95/15 foi o que resultou na maior proporção de folhas na forragem consumida, e foi o tratamento em que a intensidade e freqüência de desfolhação de folhas foram mais baixas, condicionadas pelas menores densidades de lotação empregadas. Esse padrão de desfolhação resultou em uma maior área foliar remanescente, favorecendo a rebrota seguinte e o rápido retorno dos pastos à utilização. A estratégia de pastejo que resultou em melhor utilização da forragem produzida, foi aquela em que os pastejos foram realizados com 95% de IL até uma altura pós-pastejo de 15 cm.
Abstract Management practices affect sward structure and may affect patterns of animal movement, search and forage ingestion during grazing. The objective of this study was to evaluate the effect of rotational grazing practices on animal behaviour and patterns of forage ingestion of beef cattle on Brachiaria brizantha cv. Marandu. The experiment was carried out at Departamento de Zootecnia, USP/ESALQ, from November 2005 to April 2006. Treatments corresponded to combinations between two grazing intensities (post-grazing residues of 10 and 15 cm) and two grazing frequencies (equivalent to the period of time necessary for swards to reach 95 and 100% interception of the incident light during regrowth – LI), and were allocated to experimental units (1200 m2 paddocks) according to a completely randomised design and a 2 x 2 factorial arrangement, with 3 replications. Measurements were performed in two seasons of the year: (1) spring (November and December 2005), and (2) summer (January to April 2006). Stocking density was calculated aiming at an occupation period of paddocks of 10 to 12 hours. The following response variables were analysed: vertical distribution of morphological components of sward herbage mass, dynamics of the grazing down process, patterns of ingestion (bite mass, bite rate, and intake rate), animal behaviour (grazing, rumination and other activities), morphological composition of the consumed herbage, patterns of animal movement and search for forage (number of feeding stations per unit of time and number of steps between feeding stations), and patterns of defoliation of individual tillers (defoliation depth, frequency and intensity of defoliation of leaves – expanding and expanded leaves). The highest rates of decrease in sward height were recorded for treatments 100/10 and 100/15, and the lowest for treatment 95/15. In general, as the occupation period progressed, the grazing stratum was depleted and there was a decrease in the rate swards were lowered, a result of lower sward heights and increased presence of stems and dead material in the stratum used by the animals for grazing. In spite of the lower grazing intensity (post-grazing height of 15 cm) has resulted, at the beginning of grazing, in smaller bites, intake rate and defoliation intensity of expanding and expanded leaves, the ingested herbage had a higher proportion of leaves compared to grazings at 10 cm residue. During the grazing down process, the 100% LI treatments resulted in heavier bites, but lower intake rate and proportion of leaves in the herbage consumed than the 95% LI treatments. Treatments 95/10 and 95/15 were associated with the largest grazing activity and highest intake rate, suggesting higher daily intake. However, 95/15 was the treatment that resulted in the largest proportion of leaves in the herbage consumed, and in the lowest values of frequency and intensity of defoliation of leaves, due to the lowest stocking density used. This pattern of defoliation resulted in a high residual leaf area after grazing, favouring regrowth and quick return of swards to grazing. The grazing strategy that allowed more efficient harvest of herbage was that where grazings were initiated with 95% LI and finished with a 15 cm post-grazing height.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/77971
Arquivos Descrição Formato
000581468.pdf (7.386Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.