Repositório Digital

A- A A+

A retrospective search for bovine respiratory syncytial virus (BRSV) antigens in histological specimens by immunofluorescence and immunohistochemistry

.

A retrospective search for bovine respiratory syncytial virus (BRSV) antigens in histological specimens by immunofluorescence and immunohistochemistry

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A retrospective search for bovine respiratory syncytial virus (BRSV) antigens in histological specimens by immunofluorescence and immunohistochemistry
Outro título Pesquisa retrospectiva de antígenos do vírus respiratório sincicial bovino (BRSV) em cortes histológicos por imunofluorescência e imunohistoquímica
Autor Flores, Eduardo Furtado
Weiblen, Rudi
Medeiros, Margareti
Botton, Sonia
Irigoyen, Luiz Fernando
Driemeier, David
Schuch, Luis F.
Moraes, Mauro
Resumo O Vírus Respiratório Sincicial Bovino (BRSV) tem sido raramente identificado como agente etiológico de doença respiratória em bovinos no Brasil. Isso contrasta com freqüentes relatos clínicos e histopatológicos sugestivos de enfermidade associada ao BRSV. Com o objetivo de investigar o possível envolvimento do BRSV em casos de pneumonia em bovinos jovens, realizou-se uma pesquisa retrospectiva para antígenos do BRSV em cortes histológicos de materiais submetidos a quatro serviços de diagnóstico nos Estados do Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Dez entre 41 casos examinados (24,4%) foram positivos para antígenos do BRSV por imunohistoquímica (IPX). Oito desses casos (19,5%) também foram positivos por imunofluorescência (IFA) e 31 casos (75,6%) foram negativos em ambos os testes. Nos pulmões, antígenos virais foram detectados predominantemente nas células epiteliais dos bronquíolos e menos freqüentemente nos alveólos. Em um caso, antígenos virais foram detectados exclusivamente no epitélio alveolar. A presença de células positivas restringiu-se ao epitélio dessas vias aéreas. Em dois casos, antígenos virais foram detectados em células descamativas e em restos celulares no exsudato das vias aéreas. Os casos positivos para antígenos do BRSV eram oriundos principalmente de animais jovens (2 a 12 meses de idade) de rebanhos leiteiros. As principais alterações histológicas observadas foram pneumonia bronco-intersticial caracterizada por espessamento dos septos alveolares adjacentes às vias aéreas, infiltrados de células mononucleares e presença de células gigantes multinucleadas nos alveólos. Os resultados obtidos demonstram a utilidade dos métodos de detecção de antígenos em cortes histológicos para o diagnóstico da infecção pelo BRSV. Além disso, esses resultados confirmam evidências anteriores sobre a importância do BRSV como patógeno respiratório no sudeste e sul do Brasil.
Abstract Bovine respiratory syncytial virus (BRSV) has been only sporadically identified as a causative agent of respiratory disease in Brazil. This contrasts with frequent reports of clinical and histopathological findings suggestive of BRSV-associated disease. In order to examine a possible involvement of BRSV in cases of calf pneumonia, a retrospective search was performed for BRSV antigens in histological specimens submitted to veterinary diagnostic services from the states of Rio Grande do Sul and Minas Gerais. Ten out of 41 cases examined (24.4%) were positive for BRSV antigens by immunohistochemistry (IPX). Eight of these cases (19.5%) were also positive by indirect immunofluorescence (IFA), and 31 cases (75.6%) were negative in both assays. In the lungs, BRSV antigens were predominantly observed in epithelial cells of bronchioles and less frequently found in alveoli. In one case, antigens were detected only in the epithelium of the alveolar septae. The presence of antigen-positive cells was largely restricted to epithelial cells of these airways. In two cases, positive staining was also observed in cells and cellular debris in the exudate within the pulmonary airways. The clinical cases positive for BRSV antigens were observed mainly in young animals (2 to 12 month-old) from dairy herds. The main microscopic changes included bronchointerstitial pneumonia characterized by thickening of alveolar septae adjacent to airways by mononuclear cell infiltrates, and the presence of alveolar syncytial giant cells. In summary, the results demonstrate the suitability of the immunodetection of viral antigens in routinely fixed tissue specimens as a diagnostic tool for BRSV infection. Moreover, the findings provide further evidence of the importance of BRSV as a respiratory pathogen of young cattle in southeastern and southern Brazil.
Contido em Pesquisa veterinaria brasileira. Rio de Janeiro, RJ. Vol. 20, n. 4 (out./dez. 2000), p. 139-143
Assunto Patologia clinica veterinaria
[en] Bovine respiratory syncytial virus
[en] BRSV
[en] Diagnosis
[en] Immunofluorescence
[en] Immunohistochemistry
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/77991
Arquivos Descrição Formato
000898964.pdf (1.870Mb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.