Repositório Digital

A- A A+

Composição florística e estrutura comunitária de epífetos vasculares em uma floresta de galeria na Depressão Central do Rio Grande do Sul

.

Composição florística e estrutura comunitária de epífetos vasculares em uma floresta de galeria na Depressão Central do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Composição florística e estrutura comunitária de epífetos vasculares em uma floresta de galeria na Depressão Central do Rio Grande do Sul
Outro título Floristic composition and community structure of vascular epiphytes in a gallery forest of the Central Depression of Rio Grande do Sul
Autor Giongo, Claudia
Waechter, Jorge Luiz
Resumo Apesar das florestas de galeria serem amplamente difundidas nos neotrópicos, existem poucas informações disponíveis sobre seu epifitismo vascular. O objetivo deste estudo foi investigar a composição florística e a estrutura comunitária dos epífitos vasculares em uma floresta de galeria que acompanha dois arroios na Depressão Central do Rio Grande do Sul, sul do Brasil. A área estudada situa-se na Estação Experimental Agronômica (30°04’ - 30°07’ S e 51°40’ - 51°42’ W) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) a uma altitude aproximada de 40 m. O clima regional é subtropical úmido (Cfa), com médias anuais de temperatura e precipitação de 19,2 ºC e 1.310 mm, respectivamente. Sessenta forófitos com DAP mínimo de 10 cm foram amostrados através do método de pontos quadrantes. Os parâmetros de freqüência e diversidade foram estimados com base na ocorrência epifítica sobre indivíduos forofíticos e sobre os segmentos fuste e copa. O levantamento florístico resultou em 13 famílias, 32 gêneros e 50 espécies. As famílias mais ricas em espécies foram Orchidaceae (13), Bromeliaceae (8), Polypodiaceae (8), Cactaceae (5) e Piperaceae (5). Duas pteridófitas, Microgramma vacciniifolia e Polypodium pleopeltifolium, apresentaram os maiores valores de importância. O índice de diversidade de Shannon foi 3,434 (nats) para toda a comunidade epifítica. Considerando os ambientes de fuste e copa, os valores foram 3,092 e 3,298, respectivamente. Estes valores intermediários em relação a outros estudos no sul do Brasil provavelmente refletem uma típica situação subtropical, onde a diversidade epifítica decresce com a diminuição da temperatura e precipitação.
Abstract Although gallery forests are widespread throughout the neotropics, little information is available about vascular epiphytism in these formations. The objective of this study was to describe the floristic composition and community structure of vascular epiphytes in a gallery forest along two small streams of the central lowlands of Rio Grande do Sul, southern Brazil. The study site lies in the area of the Agronomic Experimental Station (30°04’ - 30°07’ S and 51°40’ - 51°42’ W) of the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS) at an altitude of about 40 m. Regional climate is humid subtropical (Cfa), with average annual temperature and precipitation of 19,2 ºC and 1310 mm, respectively. Sixty host-trees with a minimum DBH of 10 cm were sampled according to the point-centered quarter method. Frequency and diversity parameters were estimated on the basis of epiphytic occurrence on individual phorophytes and on two tree-segments, bole and crown. Floristic composition resulted in 13 families, 32 genera and 50 species. The families with highest species richness were Orchidaceae (13), Bromeliaceae (8), Polypodiaceae (8), Cactaceae (5) and Piperaceae (5). Two fern species presented the highest importance values, Microgramma vacciniifolia and Polypodium pleopeltifolium. The Shannon index of diversity was 3.434 (nats) for the whole epiphytic community. Regarding the bole and crown environments, the values were 3.092 and 3.298, respectively. These intermediate values in relation to other studies on soutern Brazil probably reflect a typical subtropical situation, where epiphytic diversity decreases due to lower temperature and precipitation.
Contido em Revista brasileira de botanica. São Paulo. Vol. 27, n. 3 (2004), p. 563-572
Assunto Fitossociologia : Brasil : Rio Grande do Sul : Congressos
[en] Ecology
[en] Floristics
[en] Gallery forests
[en] Southern Brazil
[en] Vascular epiphytes
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/78165
Arquivos Descrição Formato
000441782.pdf (52.65Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.