Repositório Digital

A- A A+

“Nuestra lucha es por la historia”: um estudo comparativo sobre memória e identidade entre o EZLN do México e o EGTK da Bolívia

.

“Nuestra lucha es por la historia”: um estudo comparativo sobre memória e identidade entre o EZLN do México e o EGTK da Bolívia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título “Nuestra lucha es por la historia”: um estudo comparativo sobre memória e identidade entre o EZLN do México e o EGTK da Bolívia
Autor Praia, Felipe Schulz
Orientador Luce, Mathias Seibel
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Exército Guerrilheiro Tupac Katari.
Exército Zapatista de Libertação Nacional.
Identidade
Memória
Resumo Este trabalho busca compreender a construção da memória e da identidade de dois movimentos indígenas armados que se insurgem no início dos anos 1990 na América Latina, quais sejam, o Exército Zapatista de Libertação Nacional (surgido no México, em 1994) e o Exército Guerrilheiro Tupak Katari (surgido na Bolívia, tendo uma curta duração – 1986 a 1992). A análise parte da referência que ambos fazem às figuras históricas que carregam em seus nomes, levando em conta também outros elementos memorialísticos de relevância para a elaboração da identidade presentes nos discursos do EZLN e do EGTK. Assim, a pesquisa pretende responder a seguinte questão: De que forma os movimentos utilizam as figuras de Zapata (no caso do EZLN) e de Tupak Katari (no caso do EGTK) para reforçar uma identidade que permita a mobilização para a luta contra o que consideram opressão?
Resumen Este trabajo intenta comprender la construcción de la memoria y de la identidad de dos movimientos indígenas armados que se insurgen en los años 1990 en América Latina, cuales sean, el Ejército Zapatista de Liberación Nacional (surgido en México, en 1994) y el Ejército Guerrillero Tupak Katari (surgido en Bolivia, con una corta existencia – 1986 a 1992). El análisis parte de la referencia que ambos hacen a las figuras históricas que llevan en los nombres, llevando se en cuenta también otros elementos de la memoria que son relevantes para la elaboración de la identidad presentes en los discursos del EZLN y del EGKT. Así, la pesquisa pretende responder a la siguiente cuestión: De que manera los movimientos utilizan las figuras de Zapata (en el caso del EZLN) e de Tupak Katari (en el caso del EGTK) para reforzar una identidad que permite la movilización para la lucha contra lo que consideran opresión?
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/78197
Arquivos Descrição Formato
000897197.pdf (644.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.