Repositório Digital

A- A A+

Reservatório para controle de escoamento superficial e armazenamento de água da chuva

.

Reservatório para controle de escoamento superficial e armazenamento de água da chuva

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reservatório para controle de escoamento superficial e armazenamento de água da chuva
Autor Fraga, Caetano Coelho Silva
Orientador Bravo, Juan Martín
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Este trabalho versa sobre o desenvolvimento de métodos de auxílio na tomada de decisão para o dimensionamento de reservatórios de usos múltiplos, os quais permitam o aproveitamento de águas da chuva e o amortecimento de escoamento superficial. A partir da revisão bibliográfica aborda-se primeiramente, a escassez e o excesso de água e como isso afeta a sociedade e, posteriormente, métodos para o dimensionamento de reservatório para captação de água da chuva, a importância da conservação da água e como a água de chuva pode suprir a demanda de água não potável. Encerrando a pesquisa bibliográfica, são descritos problemas na drenagem urbana, e como medida de controle, são abordados métodos para o armazenamento temporário de escoamento superficial, bem como, o conceito de precipitação máxima e modelos para transformação de chuva em vazão. Com base na série diária de chuva de Porto Alegre e na simulação do balanço hídrico de um reservatório, foram estimadas curvas de permanências de volume para cada cenário simulado. Por sua vez, a partir da curva IDF do IPH, foi calculado o hidrograma gerado por uma precipitação com tempo de retorno de 10 anos. Os resultados das curvas de permanência, em conjunto com o volume do hidrograma, permitiram o desenvolvimento de gráficos que apresentam a probabilidade para amortecer a totalidade ou uma parcela do hidrograma, bem como, o tempo que os reservatórios suportam até o inicio do extravasamento. Foram elaborados dois conjuntos de simulações, nos quais foram utilizados diferentes volumes de reservatórios e valores de demandas diárias. Para maior riqueza e aplicabilidade da metodologia, foi elaborada nos gráficos das simulações uma curva que representa a probabilidade de falha no atendimento da demanda. Portanto, a metodologia propicia avaliar, em um mesmo gráfico, o reservatório ou demanda apropriada para o amortecimento do escoamento superficial e o aproveitamento da água da chuva. Durante o desenvolvimento das simulações, resultados esperados foram verificados, como quanto maior é o volume do reservatório maior é a probabilidade de amortecimento do escoamento superficial, assim como menor é a falha de atendimento da demanda, analisando apenas o volume do reservatório como variável. E, quanto maior for a demanda diária, maior é a probabilidade de amortecimento do escoamento superficial, bem como maior é o índice de falha no atendimento do reservatório para demanda.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/78209
Arquivos Descrição Formato
000896547.pdf (2.326Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.