Repositório Digital

A- A A+

Coletores solares em instalações prediais : desempenho e viabilidade técnico-econômica para sistema de aquecimento de chuveiros

.

Coletores solares em instalações prediais : desempenho e viabilidade técnico-econômica para sistema de aquecimento de chuveiros

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Coletores solares em instalações prediais : desempenho e viabilidade técnico-econômica para sistema de aquecimento de chuveiros
Autor Moreira, Francisco Bastos
Orientador Bravo, Juan Martín
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo A energia elétrica está presente na vida da maioria da população, sendo o chuveiro um dos principais responsáveis pelo seu aproveitamento. Porém, com a demanda por energia aumentando a cada dia, é importante que haja outras maneiras de aquecer a água para o banho. Em tempos nos quais a sustentabilidade é um assunto muito discutido, a energia solar, tão disponível no Brasil, torna-se uma grande alternativa de aquecimento para os chuveiros do País, na medida em que supri as necessidades da população e minimiza os impactos ao meio ambiente, além de ser mais viável economicamente. Apesar disto, o sistema de aquecimento solar ainda é pouco aproveitado no País, devido, principalmente, ao elevado custo de aquisição, se comparado aos chuveiros elétricos, e à falta de conhecimento sobre o sistema. Sendo assim, este trabalho visou o dimensionamento de um sistema de aquecimento de água para chuveiros, do tipo passivo, utilizando placas coletoras planas fechadas de energia solar. A partir deste dimensionamento, foi possível obter a área de captação solar necessária para aquecer a água da residência estudada, com quatro moradores, localizada em Porto Alegre, utilizando uma placa com Produção Média Diária de Energia Específica igual a 2,57 kWh/dia.m². Foi verificado, então, o período de retorno do investimento no sistema de aquecimento solar, se comparado aos custos com o chuveiro elétrico, chegando-se ao valor de, aproximadamente, 5,5 anos, para tempo de banho igual a 10 min. Diversos cenários foram criados, a fim de se verificar a influência de determinadas características na área de captação solar e, consequentemente, no período de retorno do investimento. Os resultados mostraram que, normalmente, o sistema não é afetado de maneira muito significativa por fatores como inclinação e orientação geográfica das placas, sendo estas alterações supridas pela área efetiva das placas utilizadas, normalmente superior à área necessária. Em relação ao tempo de uso do chuveiro, verificou-se que, embora tempos maiores levem a custos iniciais elevados com o sistema de aquecimento solar, o período de retorno do investimento neste sistema se reduz com o maior uso do chuveiro, tendo em vista os altos custos com energia elétrica para o sistema tradicional.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/78216
Arquivos Descrição Formato
000896726.pdf (848.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.