Repositório Digital

A- A A+

Gerenciamento ativo de tráfego em autoestradas : avaliação da opinião dos motoristas

.

Gerenciamento ativo de tráfego em autoestradas : avaliação da opinião dos motoristas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Gerenciamento ativo de tráfego em autoestradas : avaliação da opinião dos motoristas
Autor Ferret, Gabriela Mazzotti
Orientador Cybis, Helena Beatriz Bettella
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo O aumento da frota de veículos circulando nas vias justifica a expansão da malha viária, tanto no meio urbano quanto no rural. No entanto, melhorias na infraestrutura exigem alterações das vias para obras e grandes investimentos, fazendo com que a construção de novas estradas e duplicações se torne, muitas vezes, inviáveis. Buscam-se, então, soluções que possibilitem o aumento da capacidade viária de forma eficaz e econômica, aproveitando a estrutura já existente. Com base nesse cenário, este trabalho, primeiramente, aborda as características do gerenciamento ativo de tráfego, proporcionando uma visão geral de como ele é utilizado e quais as principais técnicas utilizadas, listando informações sobre a harmonização de velocidades e utilização do acostamento. Sendo estas técnicas pouco conhecidas pelo público brasileiro, é importante que se trabalhe com a aceitação dos usuários ao novo sistema. Com embasamento na teoria estudada, foi feita a avaliação da opinião de usuários das vias brasileiras, que ainda não utilizam rodovias com o sistema em vigor, sobre o uso de painéis de mensagem variável. Os painéis são a forma de comunicação utilizada para controlar o fluxo, alertando os motoristas sobre a velocidade limite e o uso do acostamento. Desse modo, buscou-se a melhor forma de coletar as opiniões relativas ao uso de painéis para gerenciamento ativo de tráfego. O método escolhido para o recolhimento de dados foi Entrevista Individual, gerando assim uma avaliação qualitativa da situação. O passo seguinte foi a elaboração de um roteiro de perguntas a serem aplicadas ao método. Ao obter a opinião exposta pelos usuários, foi possível observar com mais clareza as falhas e peculiaridades dos painéis já implantados em outros países que utilizam rodovias com sistema de gerenciamento ativo de tráfego. Como resultado concluiu-se que a melhor opção para sinalizar a utilização temporária do acostamento seria a implantada nos Países Baixos, na Rodovia A1. Para a harmonização de velocidades as melhores opções seriam as do modelo inglês, utilizadas na Rodovia M42 e o painel utilizado em Washington State, nos Estados Unidos. Destacou-se como preocupação entre os usuários a visibilidade dos painéis, a quantidade de informação exibida e se haverá como ter certeza de que os painéis estão funcionando corretamente.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/78233
Arquivos Descrição Formato
000896743.pdf (2.135Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.