Repositório Digital

A- A A+

Trabalho e sofrimento psíquico na equipe de enfermagem em serviços de emergência : revisão integrativa

.

Trabalho e sofrimento psíquico na equipe de enfermagem em serviços de emergência : revisão integrativa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Trabalho e sofrimento psíquico na equipe de enfermagem em serviços de emergência : revisão integrativa
Autor Pinho, Cesar Sant'ana do
Orientador Lautert, Liana
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Condições de trabalho
Enfermagem em emergência
Estresse psicológico
Saúde do trabalhador
Resumo O trabalho da enfermagem em emergência envolve a realização de um conjunto de atividades para atender a população que procura/necessita deste tipo de assistência e para tanto requer uma sintonia entre as condições e a organização do trabalho. Entretanto, por vezes, as condições de trabalho são adversas, podendo provocar alterações no equilíbrio físico e/ou emocional do trabalhador. O presente estudo teve por objetivo analisar os fatores decorrentes do trabalho nos serviços de emergência, relacionados à sua organização e condições laborais, que causam sofrimento psíquico nos profissionais de enfermagem. Bem como caracterizar as estratégias apontadas para minorar o sofrimento psíquico nestes trabalhadores. Trata-se de uma revisão integrativa que incluiu artigos científicos indexados nas bases Scientific Eletronic Library Online (SCIELO), Literatura Latino-Americana em Ciências de Saúde (LILACS) e Banco de Dados de Enfermagem (BDEnf). Entre as 316 publicações identificadas, através de critérios estabelecidos de inclusão e exclusão, foram selecionados 10 artigos como amostra do estudo, os quais foram classificados com fraco nível de evidência . Os resultados indicaram que os principais fatores relacionados às condições de trabalho que causam sofrimento a equipe são as relações interpessoais precárias, insuficiência de recursos humanos e materiais e sobrecarga de trabalho. Os fatores relacionados à organização do trabalho diferem segundo a categoria profissional. A sobreposição de atividades administrativas, gerenciais e assistenciais se aplica aos profissionais enfermeiros devido à natureza de suas atividades. A falha no sistema de acolhimento com classificação de risco, restrição da autonomia, mudanças organizacionais constantes, burocracia e falta de comunicação, entre outros, foram identificados como fatores que causam sofrimento na equipe tantos nos técnicos/ auxiliares de enfermagem, quanto nos enfermeiros. As estratégias para minorar sofrimento apontadas nos artigos foram: melhor distribuição dos recursos humanos; criação de espaços para discussão de problemas; promoção de integração das equipes; e utilização de mecanismos de autoenfrentamento das situações (mecanismos coping).
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/78422
Arquivos Descrição Formato
000898713.pdf (639.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.