Repositório Digital

A- A A+

Utilização do Telessaúde : núcleo Rio Grande do Sul por profissionais dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF)

.

Utilização do Telessaúde : núcleo Rio Grande do Sul por profissionais dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Utilização do Telessaúde : núcleo Rio Grande do Sul por profissionais dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF)
Autor Rodrigues, Fernanda Dutra
Orientador Reis, Roberta Alvarenga
Co-orientador Umpierre, Roberto Nunes
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Especialização em Saúde Pública.
Assunto Assistência à saúde
Atenção primária à saúde
Saúde pública
Telessaúde
Resumo O Telessaúde Núcleo Rio Grande do Sul, criado em 2007, oferece suporte baseado nas melhores evidências científicas à Atenção Básica, tanto aos profissionais das equipes mínimas quanto aos das equipes de apoio, como os Núcleos de Apoio à Saúde da Família. Com o objetivo de analisar o número e a temática das teleconsultorias, este estudo quantitativo, transversal e descritivo descreveu as consultas realizadas por profissionais que não compõe a equipe mínima de uma Estratégia de Saúde da Família, a fim de verificar o número e as temáticas destas solicitações, classificadas de acordo com a Classificação Internacional de Atenção Primária, entre janeiro de 2008 e dezembro de 2012. Observou-se a partir do total de solicitações (331) que o maior número de solicitações foram de Psicólogos (43,2%) também categoria profissional de teleconsultor que mais respondeu as solicitações (25,4%). Dos 77 municípios participantes, Marau/RS foi o que realizou o maior número de solicitações (20,8%). Já o capítulo mais abordado relacionado à Classificação Internacional de Atenção Primária foi o Psicológico (31,3%) e o tem, também nesta área, foi o de educação em saúde (11,5%), que vai ao encontro da maior participação dos profissionais de Psicologia. A diversidade de solicitações pelos profissionais aponta a necessidade de explorar melhor a formação e a educação permanente no que se refere ao cuidado na atenção primária à saúde, para identificar as causas sensíveis e organizar ações cuja intervenção permita aumentar a resolutividade neste nível de atenção.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/78445
Arquivos Descrição Formato
000899693.pdf (1.367Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.