Repositório Digital

A- A A+

Estado nutricional e aleitamento materno de crianças da etnia kaingang nas terras indígenas no estado do Rio Grande do Sul

.

Estado nutricional e aleitamento materno de crianças da etnia kaingang nas terras indígenas no estado do Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estado nutricional e aleitamento materno de crianças da etnia kaingang nas terras indígenas no estado do Rio Grande do Sul
Autor Rosa, Maria Beatriz da
Orientador Schuch, Ilaine
Data 2013
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Especialização em Saúde Pública.
Assunto Aleitamento materno
Antropometria
Criança
Nutrição de grupos de risco
Saúde de populações indígenas
[en] Anthropometry
[en] Breast feeding
[en] Child
[en] Health of indigenous peoples
[en] Risk groups nutrition
Resumo O presente trabalho teve como proposta caracterizar o estado nutricional e o aleitamento materno em crianças da etnia kaingang, de 0 a 24 meses, em terras indígenas do Estado do Rio Grande do Sul. Trata-se de um estudo transversal. Os dados relacionados na investigação foram obtidos na base de dados do Sistema de Informação de Atenção a Saúde Indígena (SIASI/RS) e SIASI/ WEB e do Núcleo de consolidação de Dados da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI). Verificou-se que a maioria das crianças são oriundas de famílias beneficiárias dos programas sociais, e 41% recebem cesta de alimentos distribuídos pela Fundação Nacional do Índio (FUNAI). Observa-se que o número de crianças que não recebe aleitamento materno é elevado. Portanto, quando crianças avaliadas em relação à altura por idade (A/I) o percentual de baixa e muito baixa estatura é elevado. No entanto, analisando o IMC para idade observa-se o aumento dos índices de risco de sobrepeso e obesidade. Portanto, quando avaliadas pelo índice IMC/idade com alimentação complementar e sem alimentação complementar, demonstrou-se que o excesso de peso é maior nas crianças com alimentação complementar. Quando comparadas as crianças menores de 06 meses com as maiores de 06 meses até 24meses, os dados mostram um percentil elevado de excesso de peso. Assim, identificou-se a necessidade de valorizar o estado nutricional de um indivíduo e da coletividade. Destaca-se ainda, a importância de maior envolvimento de gestores, municipais, estaduais, federais, universidades para adoção de estratégias permanentes para subsidiar a qualidade de vida destas populações.
Abstract This work aimed to study the prevalence of breast feeding and nutritional status of Kaingang children in Rio Grande do Sul. This is a cross-sectional study, n of 368 children aged 0 to 24 months. Related data in this investigation were obtained from the database of Information System for Indigenou´s Health Care (SIASI/RS), SIASI/WEB and the Nucleus Data Consolidation SESAI/RS. Slightly more than half of the children are from families receiving the “Bolsa Familia Program” and 41% receive food from the program distributed by the National Indian Foundation (FUNAI). The number of children aged 0-2 who don’t receive breast feeding is high. However, when evaluating children height by age (H/A), the % for the low and very low stature is high. However, the IMC based on age shows an increase in the risk index of overweight, obesity that consequently worry all. Therefore, when assessed by IMC index / age with and without supplementary feeding, it showed that overweight is higher in children with supplementary feeding and normal children have greater % without supplementary feeding. Comparing children younger than 6 months to children between 6 and 24 months, the percentage is high in relation to overweight in the later group.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/78464
Arquivos Descrição Formato
000899746.pdf (611.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.