Repositório Digital

A- A A+

Análise da trajetória dos pacientes com tuberculose que procuram um hospital universitário : do início dos sintomas ao tratamento

.

Análise da trajetória dos pacientes com tuberculose que procuram um hospital universitário : do início dos sintomas ao tratamento

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise da trajetória dos pacientes com tuberculose que procuram um hospital universitário : do início dos sintomas ao tratamento
Autor Deponti, Gracieli Nadalon
Orientador Dalcin, Paulo de Tarso Roth
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas.
Assunto Fatores de risco
Fatores de tempo
Tuberculose
[en] Risk factors
[en] Time-to-treatment
[en] Tuberculosis
Resumo Introdução: O controle da tuberculose (TB) depende do diagnóstico e do início do tratamento de forma precoce, preferencialmente em nível de atenção primária em saúde., porém muitos pacientes ainda são diagnosticados de forma tardia e em nível hospitalar. Objetivo: Investigar a trajetória dos pacientes com diagnóstico de TB em Serviço de Emergência, analisando os fatores associados ao atraso no tratamento. Método: Estudo observacional prospectivo em um hospital geral universitário. Foram incluídos pacientes com idade maior que 14 anos, com diagnóstico de TB pulmonar que procuraram o Serviço de Emergência do hospital. Foi avaliado o tempo até o início do tratamento e foram identificados os fatores associados com o atraso no diagnóstico (atraso do paciente e do sistema de saúde). Resultados: Foram incluídos 153 pacientes. O tempo total de atraso, o tempo de atraso do paciente e o tempo de atraso do sistema de saúde foram, respectivamente, 60 (AI: 30-90,5), 30 (AI: 7-60) e 18 (AI: 9-39,5) dias. As variáveis que se associaram significativamente de forma independente com o atraso do paciente (tempo ≥ 30 dias) foram: uso de crack (RC=4,88, p=0,043) e uso de cocaína (RC=6,68, p=0,011). As variáveis que se associaram significativamente de forma independente com o atraso do sistema de saúde (tempo ≥ 18 dias) foram: perda de peso (RC=2,76, p=0,025), exame radiológico do tórax com padrão miliar (RC=5,33, p =0,032) e exame radiológico do tórax com alterações fibroatelectásicas (RC=0,12, p=0,013). Conclusão: O presente estudo mostrou que em pacientes com diagnóstico de TB em um Serviço de Emergência, o tempo total decorrido do início dos sintomas até o início do tratamento foi muito longo, sendo que o atraso atribuído ao paciente foi maior que o atraso atribuído ao sistema de saúde. O uso de cocaína e o uso de crack se associaram com o atraso atribuído ao paciente. A perda de peso e o padrão miliar no exame radiológico do tórax se associaram de forma positiva com o atraso atribuído ao sistema de saúde, enquanto que a presença de alterações fibroatelectásicas no exame radiológico do tórax se associou de forma negativa.
Abstract Background: Tuberculosis (TB) control depends on early diagnosis and treatment, at primary health care level, however, many patients are still diagnosed late at the hospital. Objective: to investigate the pathway of patients diagnosed with TB in an emergency department, analyzing factors associated with delayed diagnosis. Methods: Prospective observational study in a general, tertiary care, university-affiliated hospital. We included patients ≥ 14 years diagnosed with pulmonary TB at the Emergency Department of the hospital. We evaluated time delay until diagnosis and identified factors associated with delayed diagnosis (patient and health care system delay). Results: We included 153 patients. The total time delay, patient time delay and health care system time delay were respectively 60 (lQR: 30-90.5), 30 (lQR: 7-60) and 18 (IQR: 9 - 39.5) days. The variables that were independently and significantly associated with patient delay (time ≥ 30 days) were: crack use (OR = 4.88, p = 0.043) and cocaine use (OR = 6.68, p = 0.011). The variables that were independently and significantly associated with health care system delay (time ≥ 18 days) were: weight loss (OR = 2.76, p = 0.025), chest X-rays with miliary pattern (RC = 5, 33, p = 0.032) and chest X-ray with fibrotic changes (OR = 0.12, p = 0.013). Conclusions: The present study showed that, in patients with TB diagnosis in a emergency room, the total elapsed time from symptom onset to initiation of treatment was too long, and that the delay attributed to the patient was greater than the delay assigned to the health care system. Cocaine and crack uses were associated with patient delay. Weight loss and miliary pattern on chest X-rays were associated positively with health care system delay, while the presence of fibrotic changes in chest X-rays was associated negatively with health care system delay.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/78525
Arquivos Descrição Formato
000899622.pdf (658.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.