Repositório Digital

A- A A+

Biodiesel no Rio Grande do Sul : um modelo para sua distribuição e localização de usinas

.

Biodiesel no Rio Grande do Sul : um modelo para sua distribuição e localização de usinas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Biodiesel no Rio Grande do Sul : um modelo para sua distribuição e localização de usinas
Autor Dal Zot, Fernando
Orientador Padula, Antonio Domingos
Co-orientador Santos, Eduardo Ribas
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Biodiesel
Cadeia produtiva
Pesquisa operacional
Programação linear
[en] Biodiesel
[en] Linear programming
[en] Location
[en] Productive chain
Resumo A era do petróleo parece estar chegando ao fim e novas fontes de energia, renováveis e mais amigas do meio ambiente, já estão disponíveis para a sociedade. Dentre essas fontes, o biodiesel vem chamando a atenção das autoridades pela sua compatibilidade com o diesel e pelo potencial de geração de riqueza no campo. A Lei 11.097/2005 autorizou a introdução do biodiesel no Brasil, obrigando a adição de 2% ao diesel de petróleo, a partir do ano de 2008. O biodiesel é um produto obtido da transesterificação de óleos e gorduras de origem vegetal, animal ou residual que possui características muito semelhantes ao diesel do petróleo. Sendo assim, não é preciso “reinventar o carro” nem modificar a distribuição para o consumidor final, visto que os motores a diesel podem rodar, facilmente, com porções de biodiesel ao diesel o qual pode ser comercializado nos atuais postos de combustíveis. Assim, é necessário estruturar a cadeia produtiva do biodiesel, para que se possa atender a uma demanda capaz de substituir 2% do diesel comercializado, a partir do ano de 2008. Diante disso, este trabalho visa a elaborar um modelo matemático, utilizando as técnicas da programação linear para auxiliar na decisão sobre a localização das futuras usinas de biodiesel e a sua estrutura de distribuição. Como cada Estado do Brasil poderá utilizar diferentes fontes de óleo vegetal, com base em suas características (geoclimáticas) para a produção de biodiesel, cada Estado poderá ter diferentes configurações da cadeia produtiva. Este trabalho testou o modelo no Estado do Rio Grande do Sul onde a tendência é produzir biodiesel a partir do óleo de soja. O modelo demonstrou, dentre as alternativas escolhidas e com base nas premissas assumidas ao longo deste trabalho, que uma usina de escala grande (120.000 toneladas/ano), localizada em Canoas, seria a alternativa que minimizaria os custos totais de transporte e de instalação. Entretanto, o modelo proposto é flexível para diferentes contextos e distintos parâmetros, adaptando-se às necessidades de cada região.
Abstract The age of oil seems to be near the end and new sources of energy, renewable and more environmentally friendly, are already available for society. Amongst these sources, biodiesel has been standing out for its compatibility with diesel and for its potential of wealth generation in this field. The Brazilian law 11,097/2005 authorizes the introduction of biodiesel in Brazil, compelling a 2% addition into diesel oil from the year 2008. Biodiesel is results from the transesterification of oils and fats of vegetal, animal or residual origins, and has very similar characteristics to diesel oil. Thus, one does not need to “reinvent the car” or modify distribution for the final consumer, once diesel-run engines can easily work with portions of biodiesel mixed within diesel oil that is commercialized in current service stations. Thus, it is necessary to structure the productive chain of biodiesel so that it can take care of a demand replacing 2% of the diesel commercialized from the year 2008. Therefore, this work aims to elaborate a mathematical model, using linear programming techniques to help decide where to locate the future biodiesel plants as well as their distribution structure. As each state of Brazil will make use of different vegetal oil sources, due to geographic characteristics, when producing biodiesel, each state might have different configurations of productive chain. This work tests the model in the State of Rio Grande do Sul, where producing biodiesel from the soy oil is the trend. It demonstrates, amongst the alternatives chosen and based on the assumptions throughout this work, that a plant of large scale (120,000 tons per year) located in the city of Canoas would most probably be the alternative to minimize the total costs of transport and installation. However, the model proposed is flexible for different contexts and parameters, able to adapt to the necessities of each region.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/7858
Arquivos Descrição Formato
000558772.pdf (1.059Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.