Repositório Digital

A- A A+

Populational diversity on leaf morphology of maté (Ilex paraguariensis A. St.-Hill., Aquifoliaceae)

.

Populational diversity on leaf morphology of maté (Ilex paraguariensis A. St.-Hill., Aquifoliaceae)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Populational diversity on leaf morphology of maté (Ilex paraguariensis A. St.-Hill., Aquifoliaceae)
Autor Coelho, Geraldo Ceni
Mariath, Jorge Ernesto de Araujo
Schenkel, Eloir Paulo
Resumo Erva-mate (Ilex paraguariensis A. St.-Hil.) é uma planta nativa do Brasil, e matéria-prima para bebidas e chás. Analisou-se sua variabilidade populacional, comparando-se a morfologia das folhas de 3 diferentes populações do Mato Grosso do Sul (MS), Paraná (PR) e Santa Catarina (SC). Avaliou-se área (A), perímetro (P), comprimento (c), largura máxima (l) e biomassa (m), distância da largura máxima até a base (dl), ângulo basal da lâmina (Âb), e os índices: distância relativa da largura média (DLM = dl / l), razão comprimento/largura (RCL = c / l), perímetro relativo (PR = (c + l) / Pe), índice de área retangular (IAR = A / (c x l)) e massa específica (m/A). Há diferenças em A (MS<PR=SC), c (MS<PR=SC), l (MS<PR=SC), IAR (MS=PR>SC) e m/A (MS>PR, PR=SC, MS=SC). O IAR menor de SC pôde ser explicado, pelo menos em parte, pela correlação entre IAR e Âb (r= 0,6043, p<0,01).
Abstract Maté (Ilex paraguariensis A. St.-Hil.) is a native plant from southern Brazil and a raw material for beverages. To research on population variability of the species, we compared leaf morphology of three populations from Mato Grosso do Sul (MS), Paraná (PR) and Santa Catarina (SC) States. Lamina measurements included area (A), perimeter (P), length (l), maximum width (w), distance between maximum width and lamina base (dw), base angle (BÂ), biomass (m), and the indexes: relative distance of maximum width (dw/l), ratio length/width (l/w), relative perimeter (RP= P / (l + w), rectangular area index (RAI = A / (l x w)) and leaf mass/area (m/A). We verified differences among populations on A (MS<PR=SC), l (MS<PR=SC), w (MS<PR=SC), RAI (MS=PR>SC) and m/A (MS>PR, MS=SC, PR=SC). The lowest RAI of SC could be explained, at least partially, by a positive correlation between RAI and BÂ (r= 0.6043, p<0.01).
Contido em Brazilian Archives of biology and tecnology. Vol. 45, n.1 (Mar. 2002), p. 47-51
Assunto Folha
Ilex paraguariensis : Aquifoliaceae
Morfologia vegetal
[en] Aquifoliaceae
[en] Ilex paraguariensis
[en] Leaf morphology
[en] Plant morphology
[en] Population variability
[en] Rectangular area index
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/78926
Arquivos Descrição Formato
000344903.pdf (312.3Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.