Repositório Digital

A- A A+

Análise cristalográfica do esmalte dental bovino e humano através da difratometria de raios-x

.

Análise cristalográfica do esmalte dental bovino e humano através da difratometria de raios-x

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise cristalográfica do esmalte dental bovino e humano através da difratometria de raios-x
Outro título Crystallographic analysis of human and bovine dental enamel by x-ray diffraction
Autor Lummertz, Gustavo Adroaldo Black
May, Rodrigo Isaac
Orientador Kapczinski, Myriam Pereira
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Dentes : Artificiais
[en] Dentistry
[en] Diffractometry
[en] Enamel
Resumo A pesquisa odontológica necessita, frequentemente, do uso de material biológico para experimentos. Os dentes humanos foram até há alguns anos os mais materiais utilizados. No entanto, foram surgindo limitações ao uso deles em razão de considerações éticas e da disponibilidade para pesquisas, uma vez que os avanços nas técnicas preventivas e restauradoras em Odontologia diminuíram muito o número de exodontias. Alternativa à utilização dos dentes humanos em estudos são os dentes bovinos. É importantíssimo o conhecimento das características e das propriedades desses tecidos para que possa ser proposto uso em substituição aos dentes humanos em métodos de análise científica. Destaca-se que é dado escasso na literatura o comparativo da composição cristalográfica do esmalte, tanto bovino quanto humano, com nível de precisão e de detalhamento proporcionado pela Difratometria de Raios-X (DRX). Neste estudo, realizou-se DRX em amostras de esmalte bovino e de humano, no qual foi encontrado mesmo grau de cristalinidade, (95%) e mesma estrutura cristalina hexagonal. A microdureza dos dois tipos de esmaltes foi diferente (α<0,05), sendo os valores médios para o esmalte bovino 289,2±14,34 e para o humano 349,9±9,09. A superfície de ambos, analisada por microscopia eletrônica de varredura mostrou similaridade.
Abstract The dental research often requires the use of biological material for experiments. Human teeth were until a few years ago one of the most used materials. However limitations to its use arose due to relevant ethical considerations and decreasing availability of the same, since the technical advances in preventive and restorative dentistry decreased the number of extractions. An alternative to the use of human teeth in research is the use of bovine teeth. Is very important to know the characteristics and properties of these tissues that might be proposed for use in replacement of human teeth. It is noteworthy, that the comparative composition crystallographic enamel both bovine and human, with the level of precision and detail provided by X-ray diffraction (XRD) have a few data in the literature. In this study the DRX in samples of bovine and human showed the same degree of crystallinity (95%) and hexagonal crystal structure. The microhardness of both types of enamel was different (α <0.05) and the average values for the bovine enamel were 289.2 ± 14.34 and 349.9 ± 9.09 for human enamel. The surface of both analyzed by scanning electron microscopy showed similarity.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/78958
Arquivos Descrição Formato
000900856.pdf (759.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.