Repositório Digital

A- A A+

Descolonização epistemológica : a visão de mundo indígena no romance 'Fools crow' de James Welch

.

Descolonização epistemológica : a visão de mundo indígena no romance 'Fools crow' de James Welch

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Descolonização epistemológica : a visão de mundo indígena no romance 'Fools crow' de James Welch
Autor Cruz, Eider Tiago da
Orientador Oliveira, Marta Ramos
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Português e Inglês: Licenciatura.
Assunto Empoderamento
Identidade
Indígenas
Literatura norte-americana
Welch, James 1940-.
Resumo Este trabalho tem por objetivo analisar o romance Fools Crow de James Welch como um projeto de descolonização epistemológica que visa empoderar os indígenas em relação à sua própria história e suas maneiras próprias de pensar o mundo. Analiso como os discursos ocidentais a respeito das culturas indígenas são construídos e como James Welch, através da linguagem do seu romance, os desconstrói numa narrativa que, apesar de ser escrita em língua inglesa, mostra o mundo indígena através de sua própria lógica, colocando o leitor de língua inglesa ocidental como um estranho deslocado à margem desse mundo. Para melhor entender a lógica do mundo indígena no romance analisado, discuto o conceito indígena de terra, a fim de mostrar aspectos culturais fundamentais expressos no romance, e o jeito pikuni de ser, que orienta a maneira dos personagens pikuni, da nação Blackfoot, agirem nas mais variadas situações.
Abstract This paper aims at analyzing James Welch’s novel Fools Crow as a project of epistemological decolonization which empowers indigenous people in relation to their own history and their own way of thinking the world. It discusses how Western discourses about indigenous cultures are constructed and how James -- Welch through the novel’s language -- deconstructs them in a narrative which, despite being written in English, comes from the indigenous world and places the western English reader as an outsider. In order to better understand the logic of the indigenous world in the novel, I analyze the indigenous concept of land, in order to show fundamental cultural aspects expressed in the novel, and the Pikuni way, which guides the way the Pikuni characters, who belong to the Blackfoot nation, act in several situations in the novel.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/79032
Arquivos Descrição Formato
000900846.pdf (392.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.