Repositório Digital

A- A A+

Eficiência e competitividade de variantes espontâneos isolados de estirpes de Bradyrhizobium spp recomendadas para a cultura da soja (Glycine max)

.

Eficiência e competitividade de variantes espontâneos isolados de estirpes de Bradyrhizobium spp recomendadas para a cultura da soja (Glycine max)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Eficiência e competitividade de variantes espontâneos isolados de estirpes de Bradyrhizobium spp recomendadas para a cultura da soja (Glycine max)
Outro título Effectiveness and competitiveness of spontaneous mutants isolated from bradyrhizobium sp strains recommended for soybean crop (Glycine max)
Autor Carvalho, Fabíola Gomes de
Selbach, Pedro Alberto
Bizarro, Mariel Josue
Resumo O cultivo sucessivo de soja inoculada numa mesma área proporcionou a adaptação de uma população de rizóbios, que podem não ser tão eficientes quanto à capacidade de fixação de N2, mas apresentam alta competitividade, dificultando a introdução de novas estirpes mais eficientes. Com a finalidade de avaliar o desempenho simbiótico (eficiência e competitividade) de variantes espontâneos isolados de estirpes de B. japonicum (SEMIA 5079 e SEMIA 5080) e B. elkanii (SEMIA 587 e SEMIA 5019), realizou-se um experimento em casa de vegetação onde os variantes foram inoculados isoladamente e em diferentes combinações entre os variantes e uma estirpe comprovadamente mais competitiva (SEMIA 587 ou SEMIA 5019) a partir da adição de inóculos mistos (1/1; v/v) no cultivar de soja BR-16. Por meio da avaliação das variáveis analisadas (nodulação, produção de matéria de seca da parte aérea, N total acumulado na parte aérea e ocupação nodular), foi possível constatar que o determinante da maior eficiência em tratamentos co-inoculados não foi a ocupação nodular de determinada estirpe ou variante presente no inóculo, mas, sim, o tipo de interação (sinérgica ou antagônica) predominante no tratamento co-inoculado e que é possível selecionar variantes eficientes e competitivos para a cultura da soja a partir de estirpes parentais que já apresentam características desejáveis para utilização em inoculantes comerciais.
Abstract The continuous cultivation of inoculated soybean in the same area can determine the soil colonization with a rhizobia population presenting low nitrogen fixation effectiveness. This fact can be a problem for the establishment of a more effective population. A greenhouse experiment was carried out to evaluate the symbiotic effectiveness and competitiveness of spontaneous mutants isolated from B. japonicum (SEMIA 5079 and SEMIA 5080) and B. elkanii (SEMIA 587 and SEMIA 5019) strains. The soybean biovar BR 16 was inoculated with the same proportion of inoculants (1:1; v/v) containing just one of the spontaneous mutants or in different combinations among them in comparison to a competitive strain (SEMIA 587 and 5019). Through the evaluation of nodulation, dry weight yields of plants, total N in plant and nodules occupancy, its was verified that the determinant factor for microorganisms symbiotic effectiveness in co-inoculated treatments was the synergism and the antagonistic interaction and not the nodule occupancy. It was also possible to select effective an competitive spontaneous mutants for soybean from parental strains recommended for commercial inoculants.
Contido em Revista brasileira de ciência do solo. Campinas. Vol. 29, n. 6 (nov./dez. 2005), p. 883-891
Assunto Fixacao de nitrogenio
Microbiologia do solo
[en] B. elkani
[en] B. japonicum
[en] Nitrogen fixation
[en] Nodule competition
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/79345
Arquivos Descrição Formato
000556684.pdf (203.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.