Repositório Digital

A- A A+

Paulo Freire e Michel Serres : aproximações na perspectiva interdisciplinar num diálogo a múltiplas vozes

.

Paulo Freire e Michel Serres : aproximações na perspectiva interdisciplinar num diálogo a múltiplas vozes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Paulo Freire e Michel Serres : aproximações na perspectiva interdisciplinar num diálogo a múltiplas vozes
Autor Calloni, Humberto
Orientador Andreola, Balduino Antônio
Co-orientador Dorneles, Malvina do Amaral
Data 2002
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Currículo
Filosofia da educação
Freire, Paulo 1921-1997.
Hermenêutica
Interdisciplinaridade
Serres, Michel 1930-.
[en] Bein plus
[en] Dialogue
[en] Education
[en] Human formation
[en] Humanities
[en] Interdisciplinary
[en] Meanings
[en] Scientific knowledge
[en] Third instructed
Resumo Esta tese representa o resultado de um estudo teórico que tem por objetivo investigar a constituição dos sentidos da interdisciplinaridade (ID) presentes nas obras de Paulo Freire e Michel Serres, num diálogo aproximativo entre ambos. Para essa finalidade, a pesquisa valeu-se também da contribuição de autores, estudiosos e pesquisadores que versam acerca da ID no âmbito da Educação, ampliando, assim, o diálogo entre Freire e Serres a outras vozes, sem perder a especificidade do tema tratado. Ainda que a ID, genericamente, constitua-se em um conceito polivalente quanto ao campo de sua emergência de sentido e às aplicações práticas de suas apostas, a pesquisa acerca dos sentidos que ela comporta, tanto em Freire como em Serres, nos remete à idéia de que a sua concepção, enquanto diálogo entre as disciplinas, pode e deve ser fecunda em sentidos e significados em relação ao mundo atual e para a formação do novo humano: um ser humano a um tempo científico, responsável e sensível à qualidade da vida como um todo e à própria sobrevida do planeta Terra. Nesta tese conclui-se que há sentidos comuns na hermenêutica da ID presente nas obras de Freire e Serres. São sentidos nucleares que se anunciam a partir do humanismo expresso em seus textos; no projeto de formação do novo humano que transita entre o conhecimento científico e as humanidades, num diálogo interdisciplinar que tem por meta a emergência do tiers-instruit (Serres) e do ser mais (Freire). Esse recurso interdisciplinar, como o próprio conceito recomenda, não anula as disciplinas, mas pede que as mesmas dialoguem entre si numa perspectiva eticamente fértil e conseqüente para a compreensão da unidade na diversidade dos eventos da vida. Trata-se, outrossim, de uma unidade fundada no entendimento da dinâmica dos eventos da vida que são, ao mesmo tempo, constituintes da matéria do real e da consciência que deste podemos possuir. Daí que com Freire e Serres a ID adquire uma propositura de emergência em nível da formação humana. Formar sujeitos responsáveis e conscientes de sua inserção na vida como um todo nos remete à idéia de que a educação pressupõe a sua inscrição na formação científica e técnica com rigores insuspeitos, mas também e ao mesmo tempo à formação humanista, sensível, literária, criadora de espíritos críticos e despertos aos cuidados da vida. Assim, os resultados do estudo desta tese apontam para a retomada da ID como providência pedagógica inadiável em nível da formação do educando em todos os níveis de ensino. Por sua vez, a abordagem hermenêutica, enquanto método de aproximação ao objeto de estudo, reinstala a compreensão da formação ID do ser humano como pronúncia da historicidade e dos pré-juízos (ou juízos prévios) presentes no modo de ser finito da experiência humana, onde o conhecimento traduz o seu presente epocal levando em consideração o legado histórico e cultural das formas com que a linguagem recepciona a compreensão dos textos estudados.
Abstract This thesis represents the result of a theoretical study that aims to look into the constitution of the meanings of interdisciplinarity (ID) as revealed by Paulo Freire's and Michel Serres’s works. It also relies upon the contribution of authors, scholars and researchers that deal with ID in the sphere of Education, extending thus the dialogue between Freire and Serres to other voices, without losing the specificity of the theme in focus. Even though, in general terms, ID is a multivocal concept concerning the field of its emergence of meaning and the practical applications of its proposals, the research on the meanings it holds, both in Freire and Serres, refers us to the idea that its conception, while dialogue among disciplines, can and must be fertile in meanings and significations in relation to today’s world and for the formation of the new human: a human being at the same time scientific, responsible and sensitive to the quality of life as a whole and to the survival of the planet Earth. The conclusion herein reached is that there are common meanings in the hermeneutics of ID in the works of Freire and Serres. These are nuclear meanings that announce themselves emerging from the humanism expressed in their texts; in the formation project of the new human that moves between the scientific knowledge and the humanities, in an interdisciplinary dialogue that has for goal the emergence of the tiers-instruit (third instructed)(Serres) and of the ser mais (being plus) (Freire). This interdisciplinary resource, as recommended by the concept itself, does not nullify the disciplines, but requires them to dialogue amongst themselves in an ethically fertile perspective and consequent for the comprehension of unity in the diversity of life’s events. Besides, what is involved is a unity grounded on the understanding of the dynamics of life’s events that are, at the same time, constituents of the matter of the real and of the consciousness that we can have of it. From thence, with Freire and Serres ID acquires a proposition of emergence on the level of the human formation. To form responsible subjects, conscious of their insertion in life as a whole, refers us to the idea that education presupposes its inscription in the scientific and technical formation with definite rigors, but also and at the same time to the humanistic, sensitive, and literary formation, generative of critical minds, awakened to the cares of life. So, the results of the study of this thesis point to the recapture of ID as undelayable pedagogic measure in terms of the student's formation in all learning levels. As for the hermeneutic approach, taken as a method of approaching the object of study, it reinstalls the comprehension of the ID formation of the human being as pronunciation of the historicity and of the pre-judgements (or previous judgements/pre-concepts) embedded in the way of being finite of the human experience, where knowledge reflects its epocal present taking into account the historical and cultural legacy of the forms with which language welcomes the understanding of the studied texts.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/79485
Arquivos Descrição Formato
000337768.pdf (1.329Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.