Repositório Digital

A- A A+

Indicadores da acidez do solo para recomendação de calagem no sistema plantio direto

.

Indicadores da acidez do solo para recomendação de calagem no sistema plantio direto

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Indicadores da acidez do solo para recomendação de calagem no sistema plantio direto
Outro título Soil acidity indicators for liming in no-tillage systems
Autor Nicolodi, Margarete
Anghinoni, Ibanor
Gianello, Clesio
Resumo O tempo de cultivo do solo no sistema plantio direto (SPD) altera a magnitude das relações entre os componentes da acidez do solo e o rendimento das culturas. Altos rendimentos podem ser obtidos nesse sistema mesmo em áreas com alta acidez. Assim, é provável que o critério de calagem utilizado no sistema convencional (SC) de cultivo não seja adequado para o SPD. O objetivo deste trabalho foi avaliar os critérios para recomendação de calagem em seis lavouras no SPD representativas da região do Planalto do RS. Foram selecionadas lavouras com alta variabilidade dos indicadores de acidez do solo. Para cada lavoura, foram avaliados 20 locais. Em cada local, foram coletadas amostras de solo das camadas de 0–10 e 0–20 cm e foi avaliado o rendimento de grãos. Nas amostras de solo, foram determinados o pH em água e CaCl2, o índice SMP, os teores de Ca, Mg e Al trocáveis, de MO, de P e K disponíveis. Com base nas relações entre os indicadores de acidez do solo e o rendimento de grãos, concluiu-se que nenhum dos indicadores de acidez do solo, quando utilizados isoladamente, descreve de modo adequado o rendimento das plantas no solo cultivado no SPD consolidado. Nas duas camadas avaliadas, o rendimento relativo foi sempre maior que 65 % quando o pH em água e em CaCl2 foi maior que 5,5 e 5,1, respectivamente; a saturação por bases, maior que 65 %; o Al trocável, menor que 0,3 cmolc dm-3; e a saturação por Al, menor que 5 %. Para avaliação da acidez do solo em SPD com a finalidade de recomendar calagem, podem ser utilizadas tanto a camada de 0–10 como a de 0–20 cm de profundidade.
Abstract No-tillage systems can change the ratio between soil acidity components and crop yields over the course of time. High crop yields are not seldom observed in highly acid soils. The liming criteria established for conventional tillage soils are likely to be unsuitable for no-tillage soils. The objective of this report was to define liming criteria, based on the yield response to different soil acidity levels and layers in no-tillage systems. Six plantations were sampled in the Planalto region of the state of Rio Grande do Sul, Brazil, with very distinct soil acidity conditions, and that have been cultivated in no-tillage system over a long period. Soil samples were taken from two soil layers (0–10 and 0–20 cm) and yields determined at 20 sites of each plantation. Based on regressions between relative grain yield and soil acidity indexes, it can be concluded that none of the soil acidity indicators individually can properly describe crop yield in the no-tillage system. Though significant, the relations between soil acidity indexes and crop yield were low and similar, independent of the soil layer. Thus, either soil layer can be used for liming diagnostic in no-tillage.
Contido em Revista brasileira de ciencia do solo. Campinas. Vol. 32, n. 1 (jan./fev. 2008), p. 237-247
Assunto Acidez do solo
Calagem
Grão : Rendimento
Plantio direto
Química do solo
[en] Aluminum saturation
[en] Base saturation
[en] Grain yield
[en] No-tillage
[en] PH
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/79499
Arquivos Descrição Formato
000633196.pdf (677.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.