Repositório Digital

A- A A+

Avaliação de complexos enzimáticos sobre o farelo de arroz integral e farinha de penas em dietas para cães

.

Avaliação de complexos enzimáticos sobre o farelo de arroz integral e farinha de penas em dietas para cães

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação de complexos enzimáticos sobre o farelo de arroz integral e farinha de penas em dietas para cães
Outro título Evaluation of enzyme complex on rice bran and feathers meal in diets for dogs
Autor Pacheco, Gabriel Faria Estivallet
Orientador Trevizan, Luciano
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Alimento para animal
Animal domestico
Cão
Farelo de arroz
Nutricao animal
Resumo Foram conduzidos três experimentos com o objetivo de avaliar a palatabilidade, o coeficiente de digestibilidade aparente (CDA) dos nutrientes e da energia bruta (EB) , a energia metabolizável (EM), o balanço de cálcio (Ca) e fósforo (P), o pH urinário e as características fecais de cães adultos alimentados com dietas contendo farelo de arroz integral (FAI), suplementadas ou não com complexo enzimático (CE), ou farinha de penas hidrolisada (FPH), processada ou não com protease e lipase. O experimento 1 avaliou o efeito da inclusão de 20 e 40% de FAI, em substituição a farinha de trigo (FT), sobre a primeira escolha e a relação de consumo (RC) das dietas pelo método de livre escolha com três comparações de A vs. B (controle vs FAI 20; controle vs FAI 40 e FAI 20 vc FAI 40). Além disso, foram realizados dois testes de digestibilidade e metabolizabilidade para avaliar três níveis de FAI (experimento 2) ou de FPH (experimento 3). Os resultados do experimento 1 indicaram que os cães preferiram a dieta contendo 20% de FAI em relação a dieta controle (P<0,10) e não apresentaram preferência específica entre as demais comparações (P>0,10). No experimento 2, foi observado que o aumento do nível de FAI na dieta reduziu linearmente os CDA dos nutrientes e da EB e a EM (P<0,05). A adição do CE, sobre as dietas contendo FAI, não teve efeito sobre nenhuma das variáveis analisadas (P>0,05). A análise de regressão permitiu estimar os CDA da matéria seca (MS), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE) e EB em 60,5%; 74,8%; 88,4%, 70,8% e o coeficiente de metabolizabilidade aparente (CMA) da energia (66,4%) do FAI, respectivamente. A inclusão de FAI não afetou o pH urinário, mas causou desbalanço na relação Ca:P. A EM do FAI foi estimada em 3440 kcal/kg de MS. No experimento 3, a adição de protease e lipase, associada a baixa temperatura e pressão do digestor, aumentou o CDA e o CMA da energia de 67% para 77,4% e de 56,7% para 66,6%, respectivamente (P<0,05), e disponibilizou cerca de 280 kcal de ED/kg de MS a partir da pena. A EM da FPH foi estimada em 2486 kcal/kg de MS. Os ingredientes testados possuem valor nutricional satisfatório para cães, embora alguns ajustes devam ser considerados.
Abstract Three experiments were conducted to evaluate the palatability, apparent digestibility coefficient (ADC) of nutrients and gross energy (GE), the metabolizable energy (ME), the calcium (Ca) and phosphorus (P) balance, urinary pH and fecal characteristics of dogs adults fed diets containing rice bran (RB), supplemented with enzyme complex (EC), or hydrolyzed feather meal (HFM), processed or not with protease and lipase. The first experiment evaluated the effect of adding 20 and 40% of RB, replacing wheat flour (WF) on the first choice and the intake ratio (IR) of diets by the method of free choice with three comparisons A vs. B (control vs. RB 20, control vs. RB 40 and RB 20 vc. RB 40). In addition, we performed two tests of digestibility and metabolizable to evaluate three levels of RB (experiment 2) or HFM (experiment 3). The results of experiment 1 indicated that the dogs preferred the diet containing 20% of RB compared to control diet (P<0.10) and showed no specific preference between the other comparisons (P>0.10). In experiment 2, we observed that the increased level of RB in the diet decreased linearly the ADC nutrients and GE and MS (P<0.05). The addition of the EC, on diets containing RB, had no effect on any of the variables (P>0.05). The regression analysis allowed us to estimate the ADC of dry matter (DM), crude protein (CP), ether extract (EE) and GE in 60.5%, 74.8%, 88.4%, 70.8% and the apparent metabolizable coefficient (AMC) of energy (66.4%) of the RB, respectively. The inclusion of RB did not affect urinary pH, but caused an imbalance in the Ca:P ratio. The ME of RB was estimated at 3440 kcal / kg DM. In Experiment 3, the addition of protease and lipase, associated with low temperature and pressure of the digester, increased energy ADC and AMC from 67% to 77.4% and from 56.7% to 66.6%, respectively (P<0.05), and provided about 280 kcal DE/kg DM from the feather. The ME of HFM was estimated at 2486 kcal/kg DM. The ingredients have tested nutritional value suitable for dogs, although some adjustments should be considered.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/79625
Arquivos Descrição Formato
000902320.pdf (2.084Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.