Repositório Digital

A- A A+

Protocolo de avaliação das práticas de gestão da segurança e saúde no trabalho no setor da construção civil

.

Protocolo de avaliação das práticas de gestão da segurança e saúde no trabalho no setor da construção civil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Protocolo de avaliação das práticas de gestão da segurança e saúde no trabalho no setor da construção civil
Autor Bridi, Marcelle Engler
Orientador Formoso, Carlos Torres
Co-orientador Saurin, Tarcísio Abreu
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil.
Assunto Construção civil
Gestão
Saúde do trabalhador
Segurança do trabalho
[en] Best practices
[en] Evaluation protocol
[en] Occupational safety and healthy
Resumo Nas últimas décadas, diversos estudos acadêmicos investigaram práticas de gestão da Segurança e Saúde no Trabalho (SST) de forma a identificar fatores que contribuem para o sucesso de programas de prevenção de acidentes no setor da construção civil. A maior parte desses estudos foi baseada na realização de surveys e objetivaram identificar correlações entre as taxas de acidentes de cada empresa e a existência ou não de práticas, permitindo apontar os conjuntos de práticas que têm maior impacto na SST. Em que pesem as contribuições destes estudos, principalmente no que diz respeito à identificação e disseminação de práticas associadas à prevenção de acidentes, quatro principais críticas podem ser feitas: (a) não há um conceito definido de o que são boas práticas e critérios para categorizá-las; (b) escopo limitado a grandes empresas de países desenvolvidos; (c) a falta de um referencial teórico adequado; e (d) a abordagem metodológica adotada, cujo enfoque é descritivo. O objetivo principal desta pesquisa é propor um protocolo para caracterização e avaliação do grau de implementação de práticas de gestão da SST, através da utilização de múltiplas fontes de evidência, visando a obter uma compreensão mais detalhada destas práticas, que levem em consideração o contexto de aplicação. Em relação ao método, foi adotada a abordagem da pesquisa construtiva, escolhida por se tratar do desenvolvimento de um protocolo para a solução de um problema com relevância prática e teórica. Inicialmente, foi realizada uma revisão da literatura acerca das práticas de gestão da SST e do referencial teórico da Engenharia de Resiliência (ER). O protocolo foi proposto com base na revisão da literatura e também em uma survey realizada com uma amostra de empresas de construção. A ferramenta foi desenvolvida, aprimorada e testada em 5 estudos de caso em canteiros de obras, realizados de forma sequencial. Além disso, a mesma foi aplicada em 3 obras na Espanha, com o objetivo de avaliar a sua aplicabilidade em outro contexto. Os resultados deste conjunto de obras foram processados e analisados, de forma a exemplificar os dados produzidos. Por fim, com base na avaliação do protocolo desenvolvido, foram propostas diretrizes para a sua implantação. As principais contribuições da pesquisa são referentes ao protocolo de avaliação desenvolvido, que possui um enfoque prescritivo. Por um lado, este possibilita a coleta sistemática de dados sobre práticas de SST que pode ser utilizado na avaliação do sistema de gestão da SST das empresas, possibilitando a realização de benchmarking externo e interno. Por outro lado, a ferramenta pode contribuir para o registro e a disseminação das práticas de gestão de SST no setor da construção.
Abstract Several academic studies have investigated Occupational Safety and Health (OSH) managerial practices in order to identify factors that contribute for the success of accident prevention programs in the construction industry. Most of those studies were based on surveys and aimed to identify correlations between accident rates and the existence or non-existence of such practices, establishing sets of practices that have the greatest impact on OSH. Despite the contributions of those studies, especially regarding the identification and dissemination of practices associated with accident prevention, four main drawbacks can be pointed out: (a) the lack of definition for best practices and of criteria for categorizing them, (b) scope limited to large companies from developed countries, (c) the lack of theoretical foundation, and (d) the descriptive focus of the methodological approach adopted. The main objective of this research work is to devise a protocol for characterizing and evaluating the degree of implementation of OSH managerial practices based on multiple sources of evidence, aiming to get a more detailed understanding of those practices, and take into account the context of application. Regarding the method, the constructive research approach was adopted, since this investigation proposes the development of a protocol for solving a problem with practical and theoretical relevance. Initially, a literature review on OSH managerial best practices and on the Resilience Engineering (RE) theoretical framework was undertaken. The protocol has been proposed based on both a literature review and also on a survey conducted with a sample of construction companies. The tool was developed and tested in five case studies in construction sites carried out sequentially. In addition, it was also applied in three construction sites in Spain in order to evaluate its applicability in another context. The results of those construction sites were processed and analyzed to illustrate the data produced. Finally, based on the evaluation of the protocol, some guidelines for implementing it were proposed. The main contributions of this research are related to the protocol, which has a prescriptive approach. From one hand, it enables the systematic collection of data on OSH practices that can be used for assessing the OSH management system of construction companies, making it possible to carry out internal and external benchmarking. From the other hand, with the tool may contribute for the documentation and dissemination of OSH best practices in the construction sector.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/79847
Arquivos Descrição Formato
000901754.pdf (7.295Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.