Repositório Digital

A- A A+

Estudo comparativo da matéria orgânica de diferentes classes de solos de altitude do sul do Brasil por técnicas convencionais e espectroscópicas

.

Estudo comparativo da matéria orgânica de diferentes classes de solos de altitude do sul do Brasil por técnicas convencionais e espectroscópicas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo comparativo da matéria orgânica de diferentes classes de solos de altitude do sul do Brasil por técnicas convencionais e espectroscópicas
Outro título Comparative study of organic matter from different high-altitude soil classes in south Brazil by conventional and spectroscopic techniques
Autor Dick, Deborah Pinheiro
Silva, Letícia Barros da
Inda Junior, Alberto Vasconcellos
Knicker, Heike
Resumo A região dos Campos de Cima da Serra, RS, apresenta solos com elevados teores de matéria orgânica (MOS), sendo freqüente teores altos de Al trocável. A proposta deste trabalho foi investigar a qualidade da MOS de amostras de camadas superficiais (0 a 10 cm) de oito solos representativos da região (dois Neossolos, dois Gleissolos, três Cambissolos e um Latossolo) sob pastagem nativa, com os seguintes objetivos: avaliar seu comportamento diante da desmineralização da amostra com solução de HF; determinar a sua composição química; e investigar a influência do Al trocável e dos óxidos de Fe na qualidade da MOS. A matéria orgânica foi concentrada com solução de HF 10 cL L-1 e posteriormente avaliada por análise elementar e espectroscopias de FTIR e de RMN 13C CP/MAS. A fração da massa recuperada (5,8 a 10 %) após tratamento com HF correlacionou-se com teor de C original do solo, enquanto a proporção de C recuperado (47 a 86 %) correlacionouse inversamente com o teor de óxidos de Fe. Esse resultado indica que parte da MOS encontra-se associada a esses minerais nesses ambientes. Os teores de estruturas C O-alquil totais (52 a 59 %) foram elevados e os valores de índice I1630/ I2920(FTIR) foram baixos, evidenciando baixo grau de decomposição e de humificação da MOS desses solos.
Abstract Soils in the region of Campos de Cima da Serra, RS, have high organic matter contents (SOM) and high levels of exchangeable Al. This study aimed to investigate the SOM quality of surface samples (0–10 cm) of eight representative soils from the region (two Neossols, two Gleissols, three Cambissols, one Latosol) under native pasture. The objectives were to evaluate the sample behaviour under demineralization with HF solution, to determine the chemical composition and the influence of exchangeable Al and iron oxides on it. The SOM was concentrated with 10 % (v/v) HF solution and then submitted to elemental analysis, FTIR and 13C NMR CP/MAS spectroscopy. The recovered mass after HF treatment (5.8 to 10 %) was correlated with the soil C content, while the recovered C (47 to 86 %) was inversely correlated with the Fe oxide content. This result indicates that part of the SOM in these soils is associated to these minerals. The proportion of total C O-alkyl groups was high (52 to 59 %) and the values for the I1630/I2920 index (FTIR) were low, evidencing a low humification and decomposition degree of SOM in these soils.
Contido em Revista brasileira de ciencia do solo. Viçosa. Vol. 32, n. 6 (nov./dez. 2008), p. 2289-2296
Assunto Espectroscopia
Humificação
Materia organica
Química do solo
[en] Carbohydrate
[en] HF treatment
[en] Humification degree
[en] Organo-mineral
[en] Spectroscopy
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/79917
Arquivos Descrição Formato
000693496.pdf (762.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.