Repositório Digital

A- A A+

Crianças com fibrose cística : percepções sobre as múltiplas hospitalizações

.

Crianças com fibrose cística : percepções sobre as múltiplas hospitalizações

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Crianças com fibrose cística : percepções sobre as múltiplas hospitalizações
Autor Gabatz, Ruth Irmgard Bärtschi
Orientador Ribeiro, Nair Regina Ritter
Data 2001
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Fibrose cística
Resumo Esta pesquisa se desenvolve em uma abordagem qualitativa, utilizando o método de analise compreensiva proposta por Bernardes (1991), que visa sistematizar e explorar dados de natureza qualitativa, apresentando 0 que se passa com os sujeitos, do ponto de vista daquele que vive as situações. Os dados foram coletados através de uma entrevista focalizada, pouco estruturada, em que 0 respondente e orientado através de um conjunto de perguntas, que utilizam um assunto como guia (Polit e Hungler, 1995). Os objetivos desta pesquisa são conhecer as percepções das crianças com fibrose cística em relação as múltiplas internações, bem como identificar suas percepções sobre 0 tratamento e os cuidados prestados. A partir de uma reflexão sobre as entrevistas, foram identificados 4 temas principais: sentimentos das crianças com relação as múltiplas hospitalizações; percepção sobre os cuidados recebidos durante a hospitalização; sentimentos sobre 0 tratamento recebido durante a hospitalização; restrições enfrentadas durante a hospitalização. Foram entrevistadas 7 crianças, portadoras de fibrose cística, entre 6 e 11 anos (idade escolar) -(Wong, 1999), sendo que receberam nomes fictícios, a fim de resguardar sua privacidade. Os participantes estiveram internados no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) no período de março a maio de 2001 . Ao final da pesquisa constatou-se que as crianças prezam muito sua liberdade de ir e vir, o fato de, durante a internação, ficarem em um espaço físico restrito, vai contra essa liberdade que tanto apreciam. A pior parte das múltiplas internações • é elas afastam as crianças de seu cotidiano e de tudo que lhes é mais importante (família, amigos, casa).
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/80003
Arquivos Descrição Formato
000015535.pdf (13.84Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.