Repositório Digital

A- A A+

Self dialógico : teoria e pesquisa

.

Self dialógico : teoria e pesquisa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Self dialógico : teoria e pesquisa
Outro título Dialogical self: theory and research
Outro título Self dialogico: Teoría y investigación
Autor Santos, Maickel Andrade dos
Gomes, William Barbosa
Resumo A ideia de self dialógico baseia-se na distinção entre o eu (o que conhece) e o mim (o que é conhecido) de William James, e na novela polifônica de Mikhail Bakhtin. O self não é mais centralizado e unificado, mas descentralizado e múltiplo. A dialogicidade ocorre entre posições do self que podem ser internas (eu enquanto homem, eu enquanto filho, eu enquanto profissional, eu como membro de uma comunidade) e externas (meu pai, meus amigos, meus colegas). As vozes estão em constante conversação, algumas vezes em conflito. O presente artigo revisa as proposições teóricas e metodológicas da teoria do self dialógico: pensamento narrativo e neurocognição da consciência. Também analisa o instrumento largamente utilizado na pesquisa empírica: o Repertório de Posições Pessoais, usado para mapear as relações entre diferentes posições do self. Dois problemas centrais permanecem para debate e pesquisa: como captar o self em diálogo e como explicar a possibilidade ou não de uma metaposição.
Abstract The idea of a dialogical self is based on the distinction between I (the one who knows) and me (what is known) of William James, and on the polyphonic novel of Mikhail Bakhtin. The self is no more centralized and unified, but decentralized and multiple. Dialogicity occurs among self positions that may be internal (I as a man, I as a son, I as a professional, I as a member of a community) and external (my father, my friends, my colleagues). The voices are in constant dialogue, sometimes in conflict. The present article reviews the theoretical and methodological propositions of the dialogica self theory: narrative thought and neurocognition of consciousness. It also analyzes the instrument largely utilized in empirical research: the Personal Position Repertoire, used for mapping the relations between different self positions. Two central issues remain for debate and research: how to observe the self in dialogue and explain the possibility or impossibility of a metaposition.
Resumen La idea del self dialógico se basa en la distinción entre el yo (quién conoce) y el mí (lo que es conocido) de William James, y en la novela polifónica de Mikhail Bakhtin. El self no es más centralizado y unificado, pero descentralizado y múltiplo. La dialogicidad ocurre entre posiciones del self que pueden ser internas (yo cuando hombre, yo cuando hijo, yo cuando profesional, yo cómo miembro de una comunidad) y externas (mi padre, mis amigos, mis compañeros). Las voces están en constante conversación, algunas veces en conflicto. El presente artículo revisa las proposiciones teóricas y metodológicas de la teoría del self dialógico: pensamiento narrativo, y neurocognición de la consciencia. También analiza el instrumento largamente utilizado en la investigación empírica: el Repertorio de Posiciones Personales, utilizado para mapear las relaciones entre diferentes posiciones del self. Dos problemas centrales permanecen para debate e investigación: cómo captar el self en diálogo y cómo explicar la posibilidad o no de una meta posición.
Contido em Psicologia em estudo. Maringá. Vol. 15, n. 2 (abr./jun. 2010), p. 353-361.
Assunto Narrativa
Psicologia do "self"
Psicoterapia
[en] Dialogical self
[en] Narrative
[en] Psychotherapy
[es] Narrativa
[es] Psicoterapia
[es] Self dialógico
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/80078
Arquivos Descrição Formato
000762030.pdf (118.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.