Repositório Digital

A- A A+

O consumo de maconha na adolescência e as consequências nas funções cognitivas

.

O consumo de maconha na adolescência e as consequências nas funções cognitivas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O consumo de maconha na adolescência e as consequências nas funções cognitivas
Outro título The use of cannabis in adolescence and it's effects in the cognitive functions
Outro título El consumo de marihuana enla adolescencia y sus consecuencias en las funciones cognitivas
Autor Rigoni, Maisa
Oliveira, Margareth da Silva
Moraes, João Feliz Duarte de
Zambom, Luis Fernando
Resumo Este estudo objetiva comparar o desempenho nas funções cognitivas de 30 usuários de maconha e de 30 não usuários. Os instrumentos usados foram uma entrevista estruturada; Screening Cognitivo (WISC-III e WAIS-III); WCST e Figuras Complexas de Rey. A amostra foi de 60 adolescentes, idades entre 14 e 17 anos, e escolaridade mínima de 5ª série do Ensino Fundamental. Observou-se que houve diferença estatisticamente significativa no desempenho dos dois grupos em todos os testes neuropsicológicos aplicados; no subteste Código e no WCST, o grupo de usuários denotou desempenho mais prejudicado. Concluiu-se que a maconha pode afetar funções cognitivas de adolescentes usuários.
Abstract The objective of the study was to compare the cognitive function performance between a group of 30 cannabis users and a group of 30 non-users. The instruments used were a structured interview; Cognitive Screening (WISC – III and WAIS-III); WCST and Rey Complex Figure Test. The sample was 60 adolescents, aged from 14 to 17 from 5th grade on. The results showed that was statistically significant difference in the performance of the two groups in every neuropsychological test applied, and, in the Digit Symbol and in the WCST subtests, the users’ group showed more impaired performance. The findings in this study it can be concluded that cannabis may affect the cognitive functions of adolescents.
Resumen Este estudio tiene como objetivo el de comparar el desempeño en las funciones cognitivas de 30 usuarios de marihuana y de 30 no usuarios. Los instrumentos usados fueron una entrevista estructurada; Screening Cognitivo (WISC-III y WAIS-III); WCST y Figuras Complejas de Rey. La muestra fue de 60 adolescentes, con edad entre 14 y 17 años y escolaridad mínima de 5o año de la educación primaria. Se observó que hubo diferencia estadísticamente significativa en el desempeño de los dos grupos en todos los testes neuropsicológicos aplicados; en el sub-test código y no WCST, el grupo de usuarios obtuvo desempeño más perjudicado. Se concluyó que la marihuana puede afectar funciones cognitivas de adolescentes usuarios.
Contido em Psicologia em estudo. Maringá. Vol. 12, no. 2 (maio/ago. 2007), p. 267-275
Assunto Drogas : Adolescencia : Influencias
Estatística aplicada : Psicologia
Testes neuropsicológicos
[en] Adolescence
[en] Cannabis
[en] Neuropsychological tests
[es] Adolescencia
[es] Marihuana
[es] Testes neuropsicológicos
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/80106
Arquivos Descrição Formato
000644558.pdf (82.30Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.