Repositório Digital

A- A A+

Sentido de vida e bem-estar subjetivo : interações com esperança, otimismo, autoeficácia e autoestima em diferentes etapas do ciclo vital

.

Sentido de vida e bem-estar subjetivo : interações com esperança, otimismo, autoeficácia e autoestima em diferentes etapas do ciclo vital

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sentido de vida e bem-estar subjetivo : interações com esperança, otimismo, autoeficácia e autoestima em diferentes etapas do ciclo vital
Autor Damásio, Bruno Figueiredo
Orientador Koller, Silvia Helena
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Bem-estar subjetivo
Psicologia positiva
[en] Meaning in life
[en] Positive psychology
[en] Psychometrics
[en] Subjective well-being
[en] Validation
Resumo A presente tese teve por objetivo avaliar diferentes aspectos do construto sentido de vida (SV) e suas relações com variáveis biossociodemográficas e outros construtos psicológicos positivos (otimismo, esperança, satisfação com a vida, felicidade subjetiva, autoestima e autoeficácia) em uma ampla amostra nacional. Para atingir os objetivos propostos, foram desenvolvidos um artigo teórico e seis artigos empíricos. O primeiro artigo apresentou o construto SV, e discutiu as potencialidades e limitações dos principais instrumentos existentes na literatura para avaliação do construto sentido de vida. Posteriormente, foram elaborados três estudos empíricos de adaptação e validação de instrumentos psicológicos para o contexto brasileiro. Os três instrumentos validados foram: 1) Questionário de Sentido de Vida (QSV); 2) Questionário de Fontes de Sentido e de Sentido de Vida (QFSSV); e 3) Escala de Felicidade Subjetiva (EFS). O quinto artigo da tese avaliou como diferentes categorias de sentido interagem com variáveis biossociodemográficas, fontes de sentido e com características psicológicas positivas. O sexto artigo investigou como o construto “busca por sentido” se relaciona com as diferentes categorias de sentido. Além disso, buscou-se compreender se a busca por sentido poderia moderar a relação entre as diferentes categorias de sentido com os índices de bem-estar subjetivo, mensurado pelos construtos satisfação com a vida e felicidade subjetiva. Por fim, o último artigo empírico investigou como diferentes características biossociodemográficas e psicológicas influenciam a intenção das pessoas em participar de futuras etapas desta pesquisa. A amostra total empregada foi de 3,034 sujeitos (63,9% mulheres), com idades variando entre 18 e 91 anos (M = 33,9, DP = 15,01), oriundos de 22 diferentes estados do Brasil. Do total da amostra, 91,4% responderam aos instrumentos em uma plataforma virtual, enquanto 8,6% o fizeram no método papel e caneta. Os três instrumentos adaptados para o contexto brasileiro apresentaram adequadas propriedades psicométricas, sugerindo sua possibilidade de uso em estudos futuros. Os resultados também demonstraram a existência de diferentes categorias de sentido de vida (realização existencial, indiferença existencial, crise existencial, conflito existencial), e que sujeitos inseridos nestas categorias apresentam importantes diferenças no que se refere a suas características biossociodemográficas e psicológicas. Foi descoberto, também, que a busca por sentido é maior entre os que apresentam conflito existencial, embora esteja positivamente relacionada com os níveis de crise existencial. Os resultados desta tese apontam para a necessidade da continuidade dos estudos acerca da temática. Esta tese pretende contribuir para a área da Psicologia Positiva ao fornecer três novos instrumentos psicométricos para uso no contextobrasileiro, e ao apresentar resultados anteriormente não discutidos na literatura da área do sentido de vida.
Abstract This dissertation aimed to evaluate different aspects of the construct “meaning in life” (MIL) and its relations with sociodemographic and other positive psychological constructs (optimism, hope, life satisfaction, subjective happiness, self-esteem and self-efficacy) in a large Brazilian sample. To attain the proposed goals, one theoretical and six empirical articles were developed. The first theoretical article presented the MIL construct and discussed the benefits and limitations of the main existing scales designed to evaluate the MIL construct. Further, three validation articles of psychological measures were developed. The three questionnaires were: 1) Meaning in Life Questionnaire (MLQ); 2) Sources of Meaning and Meaning in Life Questionnaire (SoMe); and 3) Subjective Happiness Scale (SHS). The fifth article of the dissertation aimed to show how different categories of meaning interacted with sociodemographic variables, sources of meaning and positive psychological characteristics. The sixth article sought to evaluate to what extent the construct “search for meaning” relates to the different categories of meaning. Furthermore, we aimed to assess if search for meaning moderates the relation among the different categories of meaning with subjective well-being. Finally, the last empirical paper evaluated how different sociodemographic and psychological variables influence the intention in participating in the future waves of the present study. Participants were 3.034 subjects (63.9% women) with ages varying from 18 e 91 years old (M = 33.9; DP = 15.01), originated from 22 different Brazilian states. From the total, 91.4% answered the questionnaires in a web-based platform, whereas 8.6% answered in the paper-and-pencil method. The three adapted instruments presented adequate psychometric properties, and suggests its possible use in future studies. The results also showed the existence of different categories of meaning (meaningfulness, existential indifference, existential crisis, existential conflict), and that people inserted in these categories present important differences in their bio-psychossocial and psychological variables. It was also shown that search for meaning is higher among those in the existential conflict group, although search for meaning is positively related to crisis of meaning. The results of this study point to the need for further studies on the subject. This dissertation seeks to contribute to the Positive Psychology field by offering three different psychometric scales to use in the Brazilian context, and to present empirical results not previously achieved, contributing to the knowledge on the MIL literature.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/80120
Arquivos Descrição Formato
000903755.pdf (3.030Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.