Repositório Digital

A- A A+

Caracterização de isolados clínicos de Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii quanto à susceptibilidade a flunocazol

.

Caracterização de isolados clínicos de Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii quanto à susceptibilidade a flunocazol

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização de isolados clínicos de Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii quanto à susceptibilidade a flunocazol
Autor Amaro, Maria Cristina de Oliveira
Orientador Vainstein, Marilene Henning
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Biotecnologia do Estado do Rio Grande do Sul. Programa de Pós-Graduação em Biologia Celular e Molecular.
Assunto Concentração inibitória mínima
Cryptococcus gattii
Cryptococcus neoformans
Fluconazol
Resumo Nos últimos anos tem ocorrido um aumento de infecções fúngicas, devido à elevação do número de pacientes imunossuprimidos, principalmente pelo surgimento da epidemia da AIDS (Acquired Immunodeficiency Syndrome). O uso aumentado de antifúngicos tem levado ao surgimento de cepas resistentes a estes agentes, já verificado com o azólico fluconazol, o agente antifúngico mais utilizado na terapia de manutenção de pacientes com AIDS, que desenvolvem criptococose. Neste trabalho, foram determinadas as Concentrações Inibitórias Mínimas (CIMs) de fluconazol para isolados clínicos de Cryptococcus neoformans e Cryptococcus gattii, utilizando-se o teste de microdiluição em caldo padronizado pelo National Commitee for Clinical Laboratory Standards (NCCLS), o método padrão para testar susceptibilidade antifúngica de leveduras. Foram testados 173 isolados clínicos de C. neoformans e C. gattii, sendo que as CIMs para fluconazol variaram de 0,125 a 16 μg/mL, com uma CIM50% de 2 e uma CIM90% de 4 μg/mL. Todos os isolados foram considerados sensíveis a fluconazol. Também foi realizado um teste de indução de resistência a fluconazol, por exposição de um isolado sensível, a concentrações crescentes da droga, para verificar se apenas a exposição, levaria ao desenvolvimento de resistência. No entanto, verificou-se apenas uma resistência transitória, em uma das subpopulações, sendo que o fenótipo de sensibilidade foi restaurado. Os dados obtidos neste trabalho estão em concordância com estudos nacionais e internacionais, que também utilizaram o teste padrão de microdiluição em caldo. A resistência entre isolados clínicos de C. neoformans e C. gattii ainda tem se mostrado rara em termos mundiais comparada a resistência adquirida por outras leveduras. No entanto, devido aos relatos de desenvolvimento de resistência durante a terapia de manutenção da criptococose, é importante alertar quanto à possibilidade do surgimento e da propagação de cepas resistentes.
Abstract In the last years have occurred an increase of fungal infections due to rise of number of immunocompromised patients, particularly by appearance of the Acquired Immunodeficiency Syndrome (AIDS). The incresing use of antifungal agents has determined the appearance of resistants strains to this agents, already verified with the fluconazole azole, the antifungal agent more used in the maintenance therapy of AIDS patients that developing criptococosis. In this work were determined the Minimuns Inibitories Concentrations (MICs) of fluconazole to Cryptococcus neoformans and Cryptococcus gattii clinical isolates, using the National Commitee for Clinical Laboratory Standards (NCCLS) broth microdilution method. This is the test standard to test antifungal susceptibility to yeasts. Were tested 173 clinical isolates of C. neoformans and C. gattii. The MICs to fluconazole ranged of 0.125 to 16 μg/mL and the MIC50% was 2 and MIC90% was 4μg/mL. All isolates were considered susceptibles to fluconazole. A test of fluconazole resistance inducing was carry out by exposure to drug incresing concentrations of one susceptible isolate, to verify if only the exposure can to result in the resistance development. However occurred only a temporary resistance in one of the subpopulations, since the susceptibility profile was restored. The data obtained in this work are in agreement with national and international studies that also used the standard broth microdilution method. The resistance between C. neoformans and C. gattii clinical isolates has been rare in the world when compared with others yeasts. Nonetheless due to references to resistance development during the maintenance therapy of cryptococosis, it’s important to remain alert as for possibility of appearance and spread of resistants strains.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/8038
Arquivos Descrição Formato
000565607.pdf (341.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.