Repositório Digital

A- A A+

Importância da competição durante o estabelecimento e crescimento inicial da Araucaria Angustifolia

.

Importância da competição durante o estabelecimento e crescimento inicial da Araucaria Angustifolia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Importância da competição durante o estabelecimento e crescimento inicial da Araucaria Angustifolia
Autor Zandavalli, Roberta Boscaini
Orientador Dillenburg, Lucia Rebello
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Botânica.
Assunto Fisiologia vegetal : Crescimento : Araucariaceae
Teses
Resumo O processo de invasão do campo por espécies arbóreas é tratado como uma tendência da interface campo-floresta no sul do Brasil. Nesta região a Floresta Ombrófila Mista caracteriza-se pela presença da conífera emergente Araucaria angustifolia. Esta espécie, segundo alguns autores, estaria avançando sobre os campos adjacentes e estaria com problemas de regeneração dentro da floresta. Também tem-se verificado a colonização de plantações da conífera exótica Pinus elliottii por esta espécie. Para avaliar o efeito da competição, foram desenvolvidos experimentos de redução da competição aérea e radicular no campo, e somente redução da competição radicular em dois sítios florestais (mata nativa e plantação de P. elliottii). Para o sítio Campo, foram impostos três tratamentos: alívio tanto da competição radicular quanto aérea (sem competição), alívio somente da competição aérea (competição radicular) e permanência da competição aérea e radicular existentes (competição). Para cada uma das florestas (Mata e Pinus), foram impostos dois tratamentos: parcelas com trincheira (alívio da competição radicular) e sem trincheira (com competição). A manutenção da competição radicular aumentou a biomassa da parte aérea das plantas na Mata em 23 % e reduziu em 30 % e 15 % a das plantas no Campo e Pinus, respectivamente. No Campo, as plantas sob competição radicular apresentaram maior razão C:N (67,78) do que as plantas sem competição (53,18), devido à pequena restrição luminosa para a fixação de C, mas provável restrição na absorção de N, devido à competição entre raízes (teores foliares de 0,68 % sob competição radicular e de 0,87 % na ausência de competição). Tanto no Campo quanto na Mata, houve grande mortalidade de plântulas, principalmente no primeiro ano: 54 % no Campo (herbivoria por formigas) e 46 % na Mata (ação de patógenos). Os resultados mostraram que no campo, ambiente com maior disponibilidade de luz, a competição foi mais intensa. O ambiente proporcionado pelo P. elliottii facilitou o estabelecimento (15 % de mortalidade) da A. angustifolia. Em ambientes com baixa regeneração da espécie, como a mata nativa, e em locais de possível colonização, como o campo, fatores como herbivoria e patógenos podem ser determinantes do sucesso de estabelecimento da espécie.
Abstract The process of grassland invasion by forest tree species is treated as a general trend in the forest-grassland interfaces of southern Brazil. These native forests (Ombrophylous Mixed Forest) are characterized by the presence of a canopyemergent conifer, Araucaria angustifolia. According to some authors, there are limitations to the specie’s regeneration inside the forest and it would tend to invade the adjacent grassland areas. This species has also been found to colonize some plantation of the exotic conifer Pinus elliottii. In order to evaluate the competition effects over the species, experiments were designed to reduce shoot and root competition in the grassland and root competition only in two forest sites (native forest and Pinus plantation). For the grassland site, three treatments were imposed: reduction of the root and shoot competition (nocompetition treatment), shoot competition reduction only (root competition treatment) and maintenance of the preexisting competition conditions (competition treatment). For each forest site, two treatments were imposed: reduction of root competition (trenching treatment) and maintenance of root competition (no trenching). The results showed that competition was more pronounced in the most productive (high light availability) site: grassland. Root competition increased shoot biomass in 23 % in the native forest, but caused 30% and 15% reductions in the grassland and in the Pinus plantation, respectively. Plants under root competition in the grassland showed higher C:N ratio (67.78) when compared to the no competition treatment (53.18), given that there was no restriction for C assimilation and they probably had nitrogen limitations due to root competition (0.68 % of N content under root competition and 0.87 % of N content in the no competition treatment). Mostly in the first year, there was a high plant mortality, both in the native forest (46 %, due to pathogens) and in the grassland (54 %, due to ants). The P. elliotti plantation facilitated the establishment of A. angustifolia (15 % of mortality). In environments with limited regeneration of the species, such as the native forest, and in those of possible colonization by the species, such as the grassland, herbivores and pathogens, could be important determinants of the establishment success of A. angustifolia.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/8041
Arquivos Descrição Formato
000565903.pdf (2.568Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.