Repositório Digital

A- A A+

Pró-equidade de gênero : estudo de caso do Big Bank sobre a percepção das mulheres sobre o programa

.

Pró-equidade de gênero : estudo de caso do Big Bank sobre a percepção das mulheres sobre o programa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Pró-equidade de gênero : estudo de caso do Big Bank sobre a percepção das mulheres sobre o programa
Autor Zambonato, Suzana Maria Batistella
Orientador Antunes, Elaine di Diego
Data 2011
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão de Negócios Financeiros.
Assunto Mulher : Trabalho
Trabalho bancário
Resumo A busca pelo equilíbrio de oportunidades para homens e mulheres é uma tendência global. A gestão da diversidade e a equidade de gênero é hoje uma questão essencial nas organizações, sendo o respeito às diferenças uma referência de atuação. Apesar da crescente inserção da mulher no mercado de trabalho, ainda persistem profundas desigualdades entre os dois sexos: desigualdade econômica ou de acesso aos postos de decisão e poder. As dificuldades específicas das mulheres, discriminações sofridas e os modos de enfrentamento aos desafios vieram a embasar as práticas de gestão que apóiam a inserção de mulheres no mercado de trabalho como é o caso do Programa de Pró-Equidade de Gênero. O Programa é uma iniciativa do Governo Federal, implementado pela Secretaria Especial de Políticas para Mulheres da Presidência da República. Ao estudar o caso do Big Bank, este trabalho tem por objetivo analisar o seu Programa de Pró-Equidade de Gênero, as percepções das funcionárias a respeito de equidade e se o programa atende as questões as quais se propõe. O referencial teórico, que embasa este trabalho, traz inicialmente os conceitos de gênero e a história das mulheres e de sua inserção no mercado de trabalho, na seqüência mostra as mudanças intensas e significativas que a reestruturação produtiva trouxe ao trabalho bancário e aos seus trabalhadores e por fim busca conhecer o Programa de Pró-Equidade de Gênero. A presente pesquisa utiliza como instrumento de investigação o estudo de caso. Trata-se de um estudo qualitativo descritivo, sendo o universo pesquisado constituído por funcionárias do Big Bank da cidade de Porto Alegre. A amostra escolhida são as funcionárias de uma agência Estilo. A coleta de dados foi realizada através de questionário estruturado constituído por questões fechadas e abertas, enviado por e-mail às funcionárias. Como resultado constata-se que as funcionárias percebem o Programa como algo justo e bem elaborado, que precisa ser efetivamente aplicado e melhor divulgado. O programa tem contribuído para o aumento da participação feminina em cargos comissionados de gerência média, porém em níveis mais elevados ainda deixa a desejar. Espera-se que este estudo auxilie a instituição na busca de melhorias no programa de pró-equidade de gênero e em sua divulgação junto aos seus funcionários.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/80664
Arquivos Descrição Formato
000901251.pdf (847.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.