Repositório Digital

A- A A+

Prevalência de neoplasmas cutâneos em cães da região metropolitana de Porto Alegre, RS: 1.017 casos (2002-2007)

.

Prevalência de neoplasmas cutâneos em cães da região metropolitana de Porto Alegre, RS: 1.017 casos (2002-2007)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevalência de neoplasmas cutâneos em cães da região metropolitana de Porto Alegre, RS: 1.017 casos (2002-2007)
Outro título Prevalence of cutaneous neoplasms in dogs from the metropolitan area of Porto Alegre, RS, Brazil: 1,017 cases (2002-2007)
Autor Meirelles, Adriana Erica Wilkes Burton
Oliveira, Eduardo Conceição de
Rodrigues, Berenice Avila
Costa, Giovana Rosa da
Sonne, Luciana
Tesser, Elisa Scheid
Driemeier, David
Resumo O objetivo deste trabalho foi realizar um estudo retrospectivo sobre neoplasias cutâneas diagnosticadas em cães. A avaliação foi realizada pela análise dos arquivos diagnósticos do Setor de Patologia Veterinária (SPV) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Brasil, considerando-se um intervalo de seis anos (2002 a 2007). Neste intervalo, um total de 1.869 (37,3%) amostras de pele canina foram obtidas de 5.016 amostras variadas de tecidos de cães encaminhadas ao SPV. Dentre as amostras cutâneas, 1.002 pertenciam a cães diagnosticados com um tipo de neoplasia cutânea e 15 animais apresentaram mais de uma neoplasia de pele, totalizando 1.017 (20,3%) amostras. Os resultados revelaram que 50,5% (514/1017) das neoplasias cutâneas apresentaram origem mesenquimal, 45,1% (459/1017) para epitelial e 3,9% (40/1017) para melanocítica. Mastocitoma foi o tipo neoplásico cutâneo mais frequente, diagnosticado em 228 casos (22,4%), seguido por carcinoma de células escamosas (7,5%), lipoma (7,3%), adenoma de glândula perianal (7,1%) e tricoblastoma (5,8%). Cocker Spaniel, Boxer, Poodle e Pastor Alemão foram as raças mais representadas em diversos neoplasmas. Os dados obtidos, comparados aos estudos prévios, ressaltam as variáveis raças, idade e sexo, relacionadas a alguns tumores cutâneos e salientam a importância e prevalência dos diferentes tipos de neoplasia cutânea em cães.
Abstract The aim of this study was to perform a retrospective study of cutaneous neoplasms diagnosed in dogs. The evaluation was established by analyzing the diagnostic files at the Veterinary Pathology Sector, UFRGS, Brazil, over a 6-year period (2002 to 2007). During this period a total of 1869 (37.3%) skin samples were obtained from 5016 different tissue samples of dogs submitted for examination. Among the referred skin samples, 1002 were from dogs with the diagnosis of cutaneous neoplasia and 15 dogs exhibited more than one type of skin tumor, what amounted to a total of 1017 (20.3%) cutaneous tumor samples. Results confirmed 50.5% (514/1017), 45.1% (459/1017), and 3.9% (40/1017) of respectively mesenquimal, epithelial, and melanocytic origin. Mast cell tumor was the most frequent neoplasia, diagnosed in 228 cases (22.4%), and was followed by squamous cell carcinoma (7.5%), lipoma (7.3%), perianal gland adenoma (7.1%), and trichoblastoma (5.8%). Purebred dogs such as Cocker Spaniel, Boxer, Poodle and German Sheepdog were the most representative breeds affected by various neoplasms. The data obtained, compared to data from previous studies, emphasize the variables breed, age and sex related to some skin tumors, and reinforce the importance and prevalence of different types of skin tumors in dogs.
Contido em Pesquisa veterinaria brasileira. Vol. 30, n. 11 (nov. 2010), p. 968-973
Assunto Neoplasias cutâneas
Patologia veterinaria : Caes
Porto Alegre, Região Metropolitana de (RS)
[en] Cutaneous neoplasms
[en] Dogs
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/80750
Arquivos Descrição Formato
000772561.pdf (207.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.