Repositório Digital

A- A A+

Perfil do consumidor de carne bovina em Porto Alegre-RS

.

Perfil do consumidor de carne bovina em Porto Alegre-RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil do consumidor de carne bovina em Porto Alegre-RS
Autor Teixeira, Jennifer Luzardo
Orientador Barcellos, Julio Otavio Jardim
Co-orientador Costa Junior, João Batista Gonçalves
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Carne : Comércio
Perfil do consumidor
Resumo Investigou-se o perfil do consumidor da carne bovina da cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul – Brasil. Buscou-se traçar e definir suas preferências e consumo em função de diferentes espécies cárnicas e cortes bovinos existentes no mercado atualmente, estimar a frequência de consumo da carne bovina, local de compra da carne bovina, quantidade de kilos comprada durante a semana na residência do entrevistado e o conhecimento e importância da certificação na hora da compra da carne bovina relacionando com o perfil socioeconômico dos entrevistados. Os dados foram coletados através da aplicação de 1072 questionários nos principais parques do município, com grande concentração populacional, em duas épocas (de janeiro a abril e de julho a outubro) dos anos de 2011 e 2012. O perfil da população entrevistada foi, em média, pessoas jovens, solteiras e com Ensino médio/ Técnico, sem diferença para as variáveis, sexo e a renda. Por meio da análise de cluster, os entrevistados jovens, solteiros e com Ensino médio/ Técnico indicaram possuir maior preferência e consumo por carne bovina e de frango. Somente, os clusters que eram representados por mulheres tiveram a carne de peixe presente entre as consumidas e preferidas. Em relação aos cortes, mulheres com baixa renda preferem picanha e costela, porém consomem mais alcatra e guisado (carne moída). Os homens com renda até R$10.000,00 e Ensino médio/ Técnico consomem mais costela e maminha, porém com a mesma renda e com ensino superior tem maior preferência pela picanha, entrecot e maminha. Na análise de regressão logística, as mulheres demonstraram consumir com menor frequência a carne bovina durante a semana e em menores quantidades, enquanto os homens consomem mais de três vezes na semana e em maiores quantidades (mais de 2 kg). Com relação ao local de compra, houve a preferência por supermercado/hipermercado pela maioria dos entrevistados. Utilizando a regressão logística, há uma tendência do público masculino, com idade acima de 40 anos, maior escolaridade e maior renda familiar apresentar maior conhecimento sobre os tipos de certificações, contudo as mulheres foram mais exigentes frente à certificação na hora da compra. O nível de instrução, renda familiar, idade e sexo são fatores que mais influenciaram as escolhas dos consumidores nos diferentes fatores analisados.
Abstract Investigated the profile of the consumer of beef in the city of Porto Alegre, Rio Grande do Sul - Brazil. Sought to shape and define yours preferences and consumption for different species meats and beef cuts currently on the market, estimate the frequency of consumption of beef, place of purchase beef, quantity of kilos purchased during the week at the residence of respondent and the knowledge and importance of certification when purchasing beef relating to the socioeconomic profile of respondents. Data were collected through the application of surveys in 1072 in the main parks of the city, with great concentration of population in two seasons (January-April and July-October) of the years 2011 and 2012. The profile of the survey population was, on average, young people, single and High school / Technical, no difference for the variables, gender and income. Through cluster analysis, respondents young, single and High school/ Technical has indicated greater preference and consumption for beef and chicken. Only the clusters that were represented by women had the fish present between the preferred and consumed. Regarding cuts, low-income women prefer picanha e rib, but consume more rump and ground beef. Men with income up to R$ 10,000.00 and High school / Technical consume more rib and filet steak, but with the same income and higher education have greater preference for filet steak, entrecot and maminha. In logistic regression analysis, women showed less often consume beef during the week and in smaller quantities, while men consume more than three times a week and in larger quantities (over 2 kg). With regard to the place of purchase, there was a preference for supermarket/hypermarket by most respondents. Using logistic regression, there is a tendency for the male audience over the age of 40, higher education and higher family income have greater knowledge about the types of certifications, yet women were facing the most demanding certification at the time of purchase. The level of education, income, age and gender are factors affecting consumer choices in different factors analyzed.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/80760
Arquivos Descrição Formato
000902219.pdf (1.595Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.