Repositório Digital

A- A A+

Fatores de sucesso no abandono do tabagismo

.

Fatores de sucesso no abandono do tabagismo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores de sucesso no abandono do tabagismo
Autor Echer, Isabel Cristina
Orientador Menna Barreto, Sérgio Saldanha
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina : Ciências Médicas.
Assunto Promoção da saúde
Tabagismo : Abandono
[en] Health promotion
[en] Qualitative research
[en] Smoking
[en] Smoking cessation
Resumo Para investigar fatores que contribuem para o sucesso no abandono do tabagismo, foram entrevistados 16 fumantes em abstinência há mais de seis meses com dependência ≥ 5 na escala de Fagerström, recrutados intencionalmente junto à comunidade de Porto Alegre, no período de 2004 a 2006. Escolheu-se entrevistar indivíduos abstêmios no período de seis meses com base nos estágios seqüenciais da história natural das tentativas de abandonar o hábito de fumar. A fase de manutenção é aquela em que os indivíduos mantêm-se convictos em abstinência ao fumo, por mais de 6 meses. A captação dos sujeitos se deu por intermédio de cartazes, divulgação entre amigos e indicação dos próprios participantes. As entrevistas foram realizadas pela pesquisadora na residência ou local de trabalho dos participantes. A entrevista, que teve por base a conversação, foi um evento psicológico e social que envolveu o perguntar ou discutir o tema “Como você conseguiu parar de fumar?”, em linguagem de domínio dos participantes, com abordagem dos motivos da decisão, estratégias utilizadas, mudanças de hábitos, recaídas e vivência de não fumar. Após a transcrição, as entrevistas foram examinadas pela Análise de Conteúdo, que envolveu exploração, sistematização e operacionalização das informações, mediante classificação e recorte das falas pela diferenciação e, posteriormente, pela agregação em unidades de significado, culminando com a interpretação das categorias e possíveis explicações para o fenômeno investigado. A confirmação das informações se deu pelo mecanismo de conferência com pares e pela participação de um revisor externo, que fez a leitura e análise das entrevistas e elaborou um resumo interpretativo, chegando aos mesmos resultados na versão original final. Da análise emergiram sete categorias: determinação de abandonar o tabagismo, apoio recebido, informação sobre os malefícios do cigarro, campanhas de esclarecimento, utilização de artifícios, restrições sociais ao fumo e benefícios relacionados ao parar de fumar. Os resultados são os seguintes: os indivíduos precisam estar determinados a parar de fumar e os profissionais de saúde, grupos familiar e social devem apoiar, compreender e motivar os fumantes a abandonarem o tabagismo; informações e campanhas que alertam para os prejuízos à saúde desacomodam o fumante e reforçam a conscientização e o comprometimento com a decisão de parar de fumar; os artifícios utilizados auxiliam na substituição da vontade de fumar; as restrições sociais mobilizam e educam, assim como constrangem e banem o fumar em locais públicos; e a divulgação dos benefícios advindos do ato de parar de fumar constitui uma importante contribuição que os mantém abstêmios do fumo. O processo de abandono do tabagismo variou entre os indivíduos estudados, tendo cada um precisada escolher a melhor maneira para permanecer longe do hábito. Acredita-se que o querer de fato parar predomina sobre os outros fatores e que o fumante necessita de muita determinação e apoio de toda a sociedade para conseguir vencer a barreira da dependência à nicotina.
Abstract To investigate factors that contribute to the success in tobacco smoking cessation we have interviewed 16 smokers in abstinence for more than six months with a dependence ≥ 5 in the Fagerström scale. They were intentionally recruited before the Porto Alegre community in the period of 2004 to 2006. We have chosen to interview abstemic individuals in a period of six months based on sequential stages of the natural history of the trials to cease the smoking habit. The maintenance phase is a phase where those that, for more than 6 months, are convict in abstaining from smoking. The gathering of subjects was done through posters, spreading out the word to friends and indication of the participants themselves. Interviews were conducted by the researcher at the residence or working place of the participants. The interview was based on conversations and, as such, it was a psychological and social event that involved asking and discussing the theme “How were you able to stop smoking?”, using a language that was dominated by the participants, being approached the reasons for the decision, strategies used, change of habits, relapses and non-smoking experience. After transcription, interviews were examined by the Content Analysis that involved the exploitation, systematization and operacionalization of information, classifying and cutting off speeches by differentiation and further gathering in units of signification, culminating with the interpretation of categories and possible explanations for the investigated phenomenon. Confirmation of information was done by means of a conference mechanism with pairs and for the participation of external proof readers that read and analyze the interviews and put together an interpretative abstract, reaching the same results in the final original version. From the analysis seven categories emerged: determination to tobacco smoking cessation, support received, information on the misdeeds of cigarettes, elucidating campaigns, the use of artifices, social restrictions to smoking and benefits related to smoking cessation. Results point out to the need of the individuals to be determined to quit smoking and the support of health professionals and family and social members to support, understand and motivate smokers to cease tobacco smoking; information and campaigns that alert to harms to health displace smokers and reinforce the awareness and the commitment with the decision to quit smoking; artifices used help in the substitution of will to smoke; social restrictions mobilize and educate, as well as restrain and ban smoking in public places and the disclosure of the benefits arising from the act of stop smoking is an important contribution that keep them abstemious from smoking. The process of tobacco smoking cessation did not occur the same way among individuals of the studied group, each one had to choose the best way to remain far from the habit. It is believed that the fact or really willing to quit is preponderant over other factors and that the smoker needs a lot of determination together with the support of the society to be able to overcome the barrier of nicotine dependence.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/8113
Arquivos Descrição Formato
000567974.pdf (2.048Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.