Repositório Digital

A- A A+

Disponibilidade de potássio para as plantas em solos do sul do Brasil estimada por métodos multielementares

.

Disponibilidade de potássio para as plantas em solos do sul do Brasil estimada por métodos multielementares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Disponibilidade de potássio para as plantas em solos do sul do Brasil estimada por métodos multielementares
Outro título Available potassium in soils of southern Brazil estimated by multielement methods
Autor Bortolon, Leandro
Gianello, Clesio
Schlindwein, Jairo Andre
Resumo A avaliação da disponibilidade de K para as plantas é feita pela estimativa de seus teores na forma trocável. Métodos multielementares aumentam a eficiência nos laboratórios de análises de solo, porém a capacidade de troca de cátions (CTC) do solo pode alterar a predição do K disponível. O objetivo deste trabalho foi estimar o K disponível para o milho e para a soja em solos representativos do Estado do RS, pelos métodos Mehlich-1 (M1), Mehlich-3 (M3), resina de troca iônica (resina) e Acetato de Amônio pH 7,0 (AcNH4), bem como verificar se a CTC influencia a estimativa da disponibilidade de K no solo para as plantas. O experimento foi conduzido em microparcelas a céu aberto e, após 45 dias de cultivo, quantificou-se a matéria seca da parte aérea das plantas e determinou-se o o teor de K no tecido. Foram feitas as correlações entre os teores de K extraídos pelos métodos e a relação com a absorção de K pelas plantas em todos os solos e separando os solos em classes de CTC. As quantidades de K extraídas pela resina foram aproximadamente 50 % menores que as das soluções de M1, M3 e AcNH4. Os coeficientes de correlação entre os teores de K extraído pelos métodos tiveram alto grau de associação. A relação entre os teores de K acumuladas pelas culturas e os teores extraídos pelos métodos não diferiram, independentemente da separação por classes de CTC. A disponibilidade de K para as plantas em solos do RS pode ser feita pelos métodos testados no presente trabalho. Não houve diferença entre os métodos na avaliação da disponibilidade de K nas classes de CTC. O método da resina, embora não diferindo dos demais na predição do teor de K disponível, apresenta desvantagem em relação aos demais pela menor capacidade extrativa, o que resulta em classes de disponibilidade menores e propicia o erro analítico.
Abstract Potassium (K) availability to plants is estimated based on the exchangeable K fraction. Multielement methods increase the analysis efficiency in soil laboratories. The cation exchange capacity (CEC) of soils may affect the prediction of available K. Thus, the purpose of this study was to estimate the available K for corn and soybean in soils in the Rio Grande do Sul (RS) state using Mehlich-1 (M1), Mehlich-3 (M3), ion-exchange resin (resin), ammonium acetate pH 7.0 (AcNH4), and verify whether the CTC affects the estimated availability of soil K to plants. The experiment was carried out in microplots in the field and after 45 days of growth the shoot dry mass was quantified and K determined in the tissue. The K quantities estimated by the distinct methods were correlated, the relationship with K uptake by plants in all soils established and the soils separated in CTC classes. Resin-extracted K was about 50 % lower than that obtained by M1, M3 and AcNH4. There close correlations between the K quantities extracted by the methods. The relationship between the quantities of K uptake by the crops and the amounts extracted by the tested methods, which did not differ from each other regardless of soil CTC class. K availability to plants in soils in RS can be estimated by the methods tested in this study. There was no difference between the evaluation methods of K availability in the CTC classes. Despite the resin method being as effective as other methods in estimating available K, it has the drawback of a lower extraction capacity, which results in lower values for K availability classes and thus may favor analytical errors.
Contido em Revista brasileira de ciência do solo. Campinas. Vol. 34, n.5 (set./out. 2010), p. 1753-1761
Assunto Adubacao
Analise do solo
Manejo do solo
Milho
Soja
[en] Corn
[en] Correlation
[en] Potassium fertilizer
[en] Soil test methods
[en] Soybean
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/81199
Arquivos Descrição Formato
000787834.pdf (1.601Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.