Repositório Digital

A- A A+

Diagnóstico de linfoma grau V em cães e tratamento com transplante de medula óssea

.

Diagnóstico de linfoma grau V em cães e tratamento com transplante de medula óssea

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diagnóstico de linfoma grau V em cães e tratamento com transplante de medula óssea
Autor Silva, Mariana Olinto Dreyer da
Orientador Valle, Stella de Faria
Co-orientador Conrado, Francisco de Oliveira
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do sul. Faculdade de Veterinária. Curso de Medicina Veterinária.
Assunto Caes : Cirurgia veterinaria
Linfoma : Diagnóstico : Tratamento
Transplante de medula óssea
[en] Diagnostic
[en] Immunophenotyping
[en] Stage V
Resumo O linfoma é a neoplasia hematopoiética mais comumente observada em cães, com prevalência de 7 a 24% dentre todas as neoplasias caninas. A determinação da imunofenotipagem do linfoma é realizada pela citometria de fluxo, imunocitoquímica, ou imunohistoquímica e, através dessas técnicas, tenta-se desenvolver uma ligação com o tipo celular e o prognóstico do paciente. A realização de exames laboratoriais em cães com linfoma serve tanto para a avaliação do estadiamento da neoplasia desses animais, indicando o protocolo de tratamento ideal, quanto para o acompanhamento da saúde do paciente determinando também a evolução ou a remissão do linfoma. O mielograma é essencial para o estadiamento do linfoma e, em alguns casos, possibilita a identificação de alterações na medula óssea antes de serem identificadas no hemograma. Novos protocolos de tratamento estão sendo desenvolvidos e aplicados na rotina oncológica em medicina veterinária, como o transplante de medula óssea, que tem se mostrado eficaz no auxilio a remissão da doença. Este trabalho trata de revisar das opções mais simples de diagnóstico laboratorial como hemograma e citologia, até exames mais complexos como a citometria de fluxo. Visa também, difundir as práticas de coleta de medula e explorar uma nova modalidade de tratamento (transplante de medula óssea) pouco realizada no país.
Abstract Lymphoma is the most common hematopoietic neoplasm in dogs and accounts for between 7 and 24 percent of all canine neoplasms. Lymphoma immunophenotyping is done by flow cytometry, immunocytochemistry or immunohistochemistry. With these techniques, a correlation between cellular type and prognosis of the patient can be developed. Laboratorial examination in dogs with lymphoma is important for physical evaluation and disease staging of those animals, suggesting the ideal treatment protocol, and also for patient follow-up to determine the lymphoma remission or growth. Bone marrow evaluation is essential for the staging of lymphoma and contributes to the identification of bone marrow abnormalities before they are noted on CBC. New treatment protocols are being developed and used in veterinary medicine such as bone marrow transplantation. This treatment showed efficacy in contributing to disease remission. This work aims to review the options from the simplest diagnostic laboratory tests like CBC and cytology, to more complex tests such as flow cytometry. Also aims to disclosure practices of bone marrow collection and explore a new treatment modality (bone marrow transplant) not customarily performed in Brazil.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/81211
Arquivos Descrição Formato
000902197.pdf (450.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.