Repositório Digital

A- A A+

Análise hemogasométrica do sangue venoso equino pré e pós-exercício

.

Análise hemogasométrica do sangue venoso equino pré e pós-exercício

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise hemogasométrica do sangue venoso equino pré e pós-exercício
Autor Gomes, Alice Giugno
Orientador Malschitzky, Eduardo
Co-orientador Natalini, Claudio Correa
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Medicina Animal: Equinos.
Assunto Acido-basico
Equinos
Hemogasometria
Sangue venoso
[en] Acid-base parameters
[en] Blood gas analysis
[en] Equines
[en] Exercise
Resumo O presente trabalho foi realizado com o objetivo de verificar alterações do estado ácido-básico metabólico de equinos antes e após atividade física de intensidade máxima (corrida) através do exame hemogasométrico. Avaliou-se, ainda, a confiabilidade deste exame para o sangue armazenado a 4ºC durante doze horas. Duas amostras de sangue venoso foram coletadas de quinze animais clinicamente sadios, sendo a primeira coleta realizada com o animal em repouso e a segunda após o término da prova, e as mesmas foram divididas em dois grupos: Grupo I (GI) – pré-corrida e Grupo II (GII) – pós-corrida. As amostras de sete animais foram avaliadas imediatamente após a coleta, enquanto as amostras de oito animais foram mantidas sob-refrigeração a 4ºC (dentro do refrigerador) durante doze horas antes de serem analisadas. O sangue foi analisado para verificar os valores de pH, pCO2, TCO2, HCO3, BE, pO2, sO2 e Lactato. Os resultados grupos foram comparados através da análise de variância. O Teste T de Student foi utilizado para uma comparação das médias das avaliações das amostras analisadas imediatamente ou doze horas após a coleta. Foram observadas diferenças estatísticas para todas as variáveis analisadas pré e pós-exercício, verificando-se valores significativamente menores para pH, pCO2, BE, HCO3 e TCO2, e valores significativamente maiores para sO2, pO2 e lactato nas amostras coletadas após a corrida em relação aos valores obtidos para as mesmas variáveis com os animais em repouso. Verificou-se, também, diferença significativa entre os resultados obtidos imediatamente após a coleta em relação àqueles encontrados nas amostras refrigeradas para todas as variáveis analisadas, tanto com os animais em repouso como após o exercício, exceto para a pCO2 após o exercício. Esses resultados indicam que o exercício físico, bem como o armazenamento das amostras de sangue, promovem alterações nos parâmetros avaliados no presente trabalho.
Abstract This study was carried out to verify changes in the metabolic acid-base status of equines before and after physical activity of maximum intensity (race) using blood gas analysis. We also evaluated the reliability of this test for the blood stored at 4 ° C for twelve hours. Two venous blood samples were collected from fifteen clinically healthy animals, the first collection with the animal at rest and the second after the race, and then divided into two groups: Group I (GI) - pre-race and group II (GII) - post-race. Samples of seven animals were evaluated immediately after collection, while samples from eight animals were kept under refrigeration at 4ºC (in a refrigerator) for twelve hours before being analyzed. The blood was analyzed to check pH, pCO2, TCO2, HCO3, BE, pO2, sO2 and lactate values. The results of the groups were compared by analysis of variance. Student's t test was used for comparison of the means of the evaluations of the samples analyzed immediately or twelve hours after collection. Statistical differences were observed for all variables analyzed before and after exercise, showing significantly lower values for pH, pCO2, BE, HCO3 and TCO2, and significantly higher values for sO2, pO2 and lactate in the samples collected after the race compared to the values obtained for the same variables with the animals at rest. There was also a significant difference between the results obtained immediately after collection compared to those found in the refrigerated samples for all analyzed variables, both with the animals at rest and after exercise, except for pCO2 after exercise. These results indicate that exercise and storage of blood samples promote changes in the parameters evaluated in this study.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/81226
Arquivos Descrição Formato
000904588.pdf (477.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.