Repositório Digital

A- A A+

A dialética das temporalidades na performance musical : uma interpretação de Cantéyodjayâ de Oliver Messiaen

.

A dialética das temporalidades na performance musical : uma interpretação de Cantéyodjayâ de Oliver Messiaen

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A dialética das temporalidades na performance musical : uma interpretação de Cantéyodjayâ de Oliver Messiaen
Autor Almeida, Maurício Zamith
Orientador Gerling, Cristina Maria Pavan Capparelli
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Música.
Assunto Análise musical
Cantéyodjayâ
Interpretação musical
Messiaen, Olivier 1908-1992.
Performance musical
Tempo
[en] Cantéyodjayâ
[en] Interpretive construction
[en] Musical analysis
[en] Time and musical performance
Resumo Esta tese parte da premissa de que, na tradição da musica ocidental escrita, a performance restitui a obra musical ao tempo e o intérprete, responsável por esse processo, deve compreender profundamente as temporalidades propostas pela obra para, assim, planejar criteriosamente o fluxo dos seus eventos. Para isso, é necessário que o processo de construção interpretativa se desenvolva em simultaneidade e constante diálogo com dados decorrentes do estudo analítico da obra estudada e da percepção estésica do intérprete que, em sua prática diária, projeta e avalia em si mesmo o efeito pretendido. Com base nesse modelo, foi realizado um estudo interpretativo e analítico de Cantéyodjayâ para piano de Olivier Messiaen, compositor que, por meio de sua obra musical, seus textos teóricos e sua atividade pedagógica, teve importante impacto nas discussões a respeito do tempo na música do século XX. O primeiro capítulo da tese, Cantéyodjayâ contextualizada, posiciona Cantéyodjayâ no contexto da obra de Messiaen, especialmente no que se refere ao período de experimentação no qual se insere. O segundo capítulo, No princípio era o ritmo: o tempo musical em Messiaen, trata dos conceitos filosóficos e teológicos que apoiaram o pensamento rítmico-temporal em Messiaen e suas correspondências com procedimentos composicionais adotados pelo compositor. O terceiro capítulo, Análise e construção interpretativa em Cantéyodjayâ, apresenta o estudo analítico de Cantéyodjayâ articulado a decisões interpretativas. Compuseram a fundamentação deste capítulo os textos teóricos do compositor, em especial Technique de mon langage musical (1944) e Traité de rythme, de couleur et d’ornithologie (1994), articulados a conceitos apresentados por autores como J. Kramer (1988), W. Berry (1997) e J. Straus (2005).
Abstract This thesis assumes that performance brings a musical score to life by presenting it in real time. The performer – who is in charge of this process – must understand the complex relationships between rhythm and conceptual pacing of a particular work in order to plan the flow of events. Threrefore, the interpretive construction must be constantly supported by data from both the analytical investigation and the aesthetic perception. The performer in his daily practice designs the desired effect and evalutes the outcome. Based on this notion, an interpretive and analytical study was done about Cantéyodjayâ by Olivier Messiaen, a composer whose compositional output, theoretical writings and pedagogical activities have impacted the concept of time in the twentieth century music. The first chapter of this thesis, Cantéyodjayâ contextualizada, contextualizes Cantéyodjayâ in the entire oeuvre of Messiaen, especially within his experimental period. The second chapter, No princípio era o ritmo: o tempo musical em Messiaen, deals with philosophical and theological concepts based in Messiaen’s rhythmic thought, as well as its connections to the compositional procedures adopted by Messiaen. The third chapter, Análise e construção interpretativa em Cantéyodjayâ, presents an analytical study of Cantéyodjayâ linked to the interpretive choices. This last chapter is based on Messiaen’s theoretical writings, especially Technique de mon langage musical (1944) and Traité de rythme, de couleur et d’ornithologie (1994); it is also connected to the concepts presented by J. Kramer (1988), W. Berry (1997) e J. Straus (2005).
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/81606
Arquivos Descrição Formato
000905629.pdf (23.88Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000905629.mp3 (30.07Mb) Áudio Arquivo de áudio Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.