Repositório Digital

A- A A+

Câncer do pâncreas em fase inicial : é possível identificá-lo através dos instrumentos científicos e propedêuticos atualmente disponíveis?=Early pancreatic cancer: the methods currently available can identify this disease?

.

Câncer do pâncreas em fase inicial : é possível identificá-lo através dos instrumentos científicos e propedêuticos atualmente disponíveis?=Early pancreatic cancer: the methods currently available can identify this disease?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Câncer do pâncreas em fase inicial : é possível identificá-lo através dos instrumentos científicos e propedêuticos atualmente disponíveis?=Early pancreatic cancer: the methods currently available can identify this disease?
Outro título Early pancreatic cancer : the methods currently available can identify this disease?
Autor Ardengh, José Celso
Coelho, Nelson
Osvaldt, Alessandro Bersch
Resumo Objetivos - Chamar a atenção da classe médica em geral sobre os pacientes com alto risco de desenvolver câncer pancreático e se existem ou não formas de vigilância e prevenção dessa doença, que podem ser aplicadas à prática clínica diária. Levantamento de dados - Utilizou-se o banco de dados do PubMed (US National Library of Medicine), analisaram-se as publicações dos últimos anos, em relação haram aos grupos de risco, testes biológicos moleculares e exames de imagem empregados na identificação de pequenos tumores de pâncreas. Síntese dos dados - Mesmo após os significativos avanços no diagnóstico por imagem, tratamento e compreensão da biologia molecular do adenocarcinoma do pâncreas, a taxa de sobrevivência dessa doença permanece desprezível. Embora embrionárias, as estratégias de vigilância e prevenção para pessoas com risco elevado do câncer de pâncreas têm se desenvolvido. Conclusão - Este artigo de atualização enfoca, resumidamente, as estratégias para melhor identificação de pessoas com alto risco de desenvolver essa doença e qual é o estado da arte do aconselhamento genético e de rastreamento através dos exames de imagem disponíveis.
Abstract Objectives - Call attention of the gastroenterologists and surgeons on the patients with high risk of developing pancreatic carcinoma, and whether or not forms of surveillance and prevention of this disease, which can be applied to daily clinical practice. Data survey - It was used the database of PubMed (US National Library of Medicine), looked up the publications of recent years for the groups at risk, molecular biological testing and methods of image used in the identification of small tumors of the pancreas. Background - The survival rates of adenocarcinoma of the pancreas remain negligible, even after the significant advances in diagnosis by imaging, treatment and understanding of the molecular biology of this disease. Although embryonic strategies for surveillance and prevention for people with high risk of pancreatic cancer has developed. Conclusions - This review summarizes how to identify people at high risk of developing this disease and what is the state of the art of genetic counseling and screening through techniques of image available.
Contido em Arquivos de gastroenterologia. São Paulo. Vol. 45, n. 2 (abr./jun. 2008), p. 169-177
Assunto Diagnóstico por imagem
Diagnóstico precoce
Endossonografia
Neoplasias pancreáticas
Prevenção e controle
[en] Diagnostic imaging
[en] Early diagnosis
[en] Endosonography
[en] Pancreatic neoplasms, prevention & control
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/81779
Arquivos Descrição Formato
000825383.pdf (283.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.