Repositório Digital

A- A A+

Ensino de fatos aritméticos para escolares com deficiência intelectual

.

Ensino de fatos aritméticos para escolares com deficiência intelectual

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Ensino de fatos aritméticos para escolares com deficiência intelectual
Outro título Teaching arithmetic facts to students with intellectual disabilities
Autor Cechin, Michelle Brugnera Cruz
Costa, Adriana Corrêa
Dorneles, Beatriz Vargas
Resumo Este estudo identificou os procedimentos de contagem usados por crianças com deficiência intelectual e verificou os efeitos de um programa de intervenção direcionado ao ensino de fatos aritméticos. Participaram três crianças, entre oito e 12 anos, de uma escola da rede municipal de ensino de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, que atende fundamentalmente às classes socioeconômicas baixas. A partir da revisão de literatura sobre os processos cognitivos envolvidos na resolução de problemas aditivos e as implicações para o seu ensino, avaliou-se a eficácia de um modelo de intervenção pedagógica como um recurso para o avanço no uso dos procedimentos de contagem. Foi aplicado um programa em 10 encontros, realizados uma vez por semana, com duração de aproximadamente cinquenta minutos cada. A proposta caracterizou-se pelo ensino direto, explícito e sistemático, através de sequências de instrução, partindo dos procedimentos de contagem usados pelos estudantes, que foram avaliados em dois momentos (pré-teste e pós-teste). Verificou-se que houve um avanço nos procedimentos de contagem utilizados pelas crianças após a intervenção, revelando que o programa foi eficaz. Mesmo intervenções de curta duração, como é o caso desta, podem trazer benefícios importantes para as crianças com deficiência intelectual, benefícios estes que serão a base de seus conhecimentos posteriores.
Abstract The objective of this study was to identify procedures used for counting by children with intellectual disabilities and to analyze the effects of an intervention program focused on teaching arithmetic facts. Participants were three children between eight and 12 years from a public school in Porto Alegre, Rio Grande do Sul, whose students come mainly from low socioeconomic families. Based on the review of the literature on the cognitive processes involved in the solution of addition problems and the implications for teaching, we evaluated the efficacy of an educational intervention model as a resource for advancing the use of counting procedures. A ten-meeting program was implemented. These meetings were held once a week and lasted approximately fifty minutes. The proposal consisted of direct, explicit, and systematic teaching by means of instruction sequences, based on the counting procedures used by the students, who were evaluated at two different times (pretest and post test). We found that there was improvement in the counting procedures used by the children after the intervention, revealing that the program was effective. Even brief interventions, such as the present study, can bring important benefits for children with intellectual disability. Such benefits will be the basis of their future knowledge.
Contido em Revista brasileira de educação especial. Marília, SP. Vol. 19, n.1 (jan./mar. 2013), p. 79-91
Assunto Aritmética
Deficiência intelectual
[en] Intellectual disability
[en] Pedagogical Strategie
[en] Special education arithmetic
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/81895
Arquivos Descrição Formato
000885929.pdf (775.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.