Repositório Digital

A- A A+

Preditores de qualidade de vida em pacientes com melanoma cutâneo no serviço de dermatologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre

.

Preditores de qualidade de vida em pacientes com melanoma cutâneo no serviço de dermatologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Preditores de qualidade de vida em pacientes com melanoma cutâneo no serviço de dermatologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre
Outro título Predictors of quality of life in patients with skin melanoma at the dermatology department of the Porto Alegre Teaching Hospital
Autor Barbato, Mariana Tremel
Bakos, Lucio
Bakos, Renato Marchiori
Prieb, Rita Gigliola Gomes
Andrade, Cláudia Dickel de
Resumo FUNDAMENTOS: Alguns sintomas presentes nos pacientes com melanoma estão diretamente relacionados à tensão psicológica, o que reforça a necessidade de avaliar a qualidade de vida em todas as fases da doença. OBJETIVOS: Avaliar a qualidade de vida dos pacientes diagnosticados com melanoma por meio do questionário Fact-G. MÉTODOS: Estudo descritivo transversal que incluiu todos os pacientes em seguimento no serviço de dermatologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre entre julho e dezembro de 2006. RESULTADOS: Sessenta pacientes foram incluídos. A idade média foi de 55,6 anos. O nível de escolaridade até primeiro grau foi correlacionado a escores mais baixos no Fact-G. Os pacientes com história familiar apresentaram maiores escores de QoL em três das quatro categorias avaliadas: bem-estar físico, emocional e funcional (P < 0,01). Pacientes casados mostraram melhor qualidade de vida (82,42) que os solteiros (70,28; P < 0,01). Os pacientes com metástase obtiveram uma menor pontuação no questionário no domínio bem-estar funcional. CONCLUSÕES: Os fatores relacionados ao tumor, assim como o sexo, a idade e a situação de emprego, não foram preditores de qualidade de vida. Pacientes com metástases apresentaram pior qualidade de vida no domínio bem-estar funcional. Pacientes casados têm mais conforto e apoio emocional para lidar com o diagnóstico do tumor. Os pacientes com história familiar de melanoma tiveram melhor qualidade de vida e os com baixa escolaridade, uma pior qualidade de vida.
Abstract BACKGROUNDS: Some symptoms present in melanoma patients are directly related to psychological stress, which emphasizes the need to evaluate quality of life (QoL) in these patients at all the stages of their disease. Objectives: The objective of this study was to evaluate quality of life in a sample of patients diagnosed with melanoma, using the Functional Assessment of Cancer Therapy-General (FACT-G) questionnaire. METHODS: A descriptive, cross sectional study was conducted between July and December, 2006 with all patients with skin melanoma receiving follow-up care at the Department of Dermatology of the Porto Alegre Teaching Hospital, Federal University of Rio Grande do Sul. RESULTS: Sixty patients were included in the study. Mean age was 55.6 years. Poor education level (primary school or less) was associated with a poorer FACT-G score. Patients with a family history of the disease had higher QoL scores in 3 of the 4 categories evaluated: physical, emotional and functional wellbeing (p<0.01). QoL scores were higher in married patients (82.42) compared to single patients (70.28) (p<0.01). Patients with metastases had lower scores in the functional wellbeing category and this difference was statistically significant. CONCLUSIONS: Factors related to the tumor, as well as gender, age and employment status, were not found to be predictive of quality of life in this sample. Quality of life scores were lower in the functional wellbeing domain in patients with metastases. Married patients are able to count on greater comfort and emotional support to help them deal with the diagnosis of melanoma. Patients with a family history of melanoma had significantly higher quality of life scores, while those with poor education levels had lower scores.
Contido em Anais brasileiros de dermatologia. Rio de Janeiro. Vol. 86, n. 2 (abr. 2011), p. 249-56
Assunto Melanoma
Qualidade de vida
[en] Dermatology
[en] Oncology
[en] Quality of life
[en] Quality of life indicators
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/81902
Arquivos Descrição Formato
000820523.pdf (180.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000820523-02.pdf (139.3Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.