Repositório Digital

A- A A+

Terminologia da indústria moveleira : um estudo descritivo

.

Terminologia da indústria moveleira : um estudo descritivo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Terminologia da indústria moveleira : um estudo descritivo
Autor Corno, Giselle Olivia Mantovani dal
Orientador Krieger, Maria da Graça
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Discurso publicitário
Indústria moveleira
Terminologia
Resumo O objetivo desta tese é descrever a Terminologia da Indústria Moveleira (TIMov), bem como o comportamento de suas unidades terminológicas num corpus de base textual em Português do Brasil. As razões para a escolha dessa área de conhecimento foram: a) a importância econômica e social desta indústria no Brasil; b) o fato de ser uma terminologia vasta, difusa e ainda não-sistematizada; e c) a escassez de pesquisas e publicações científicas sobre terminologias técnicas. O corpus analisado foi formado por textos de divulgação técnica e anúncios publicitários extraídos das edições de 2003 e 2004 do ForMóbile: Guia de Referência da Indústria Moveleira, totalizando 54.000 palavras (6.176 types), das quais 332 unidades terminológicas representativas foram selecionadas para análise. A análise foi feita seguindo os princípios da Teoria Comunicativa da Terminologia, desenvolvida por Cabré e equipe, considerando o termo como uma unidade poliédrica, com uma face semântica, uma face pragmática e uma face formal. A análise dessas unidades contextualizadas permitiu investigar a constituição do domínio, a constituição formal das unidades que lhe são específicas, bem como a influência que exercem sobre essa linguagem de especialidade seus usuários e as situações comunicativas em que ocorre. Os principais resultados da análise da face semântica apontam para a estrutura cognitivo-funcional da TIMov, já que a indústria moveleira precisa dar conta de todas as atividades tecnológicas a ela correlacionadas como uma indústria de transformação. Caracteriza-se também como uma estrutura dinâmica, na qual a formação de termos é motivada pela necessidade de denominar os três núcleos conceituais básicos: materiais, processos e equipamentos (máquinas e ferramentas) usados a fim de acompanhar a evolução tecnológica da área. Do ponto de vista da pragmática, foi observado que a aplicação social dos produtos da indústria moveleira é responsável pela variação denominativa e que esta terminologia se faz presente em diferentes tipos de discurso, materializados em diferentes gêneros textuais, com diferentes densidades terminológicas, de acordo com a função social. A análise da face formal revelou características particulares dos termos. As unidades monoléxicas simples podem ser identificadas por sua referência aos núcleos conceituais principais do domínio. As unidades complexas formadas por meio de derivação afixal e as siglas são as mais abundantes, enquanto as unidades poliléxicas constituem-se basicamente de sintagmas nominais cujos determinantes, sejam adjetivos, sejam sintagmas formados por preposição+nome, especificam o núcleo. Sugerem-se investigações posteriores para verificar se essas características podem ser generalizáveis a outras terminologias técnicas.
Abstract The aim of this doctoral thesis is to describe the terminology of the furniture industry (TIMov), as well as of the behavior of its terminological units in a text-based corpus in Brazilian Portuguese. Reasons for choosing this specific area were a) the economical and social importance of the furniture industry in Brazil; b) the fact that this is a vast, diffuse and yet unsystematized terminology; and c) the lack of academic-scientific research papers on technical terminologies. Corpus analysed comprised technical journalism texts and advertisements from the 2003 and 2004 editions of ForMóbile: Guia de Referência da Indústria Moveleira (“Reference Guide to the Furniture Industry”), totalling 54,000 words (6,176 types), from which 332 representative terminological units were selected. These units were analysed under the principles of the Communicative Theory of Terminology developed by Cabré and associates, which considers a term as a polyedric unit, with a semantic, a formal and a pragmatic face. The analysis of these units in context allowed an investigation as to how the domain is constituted, on the formal constitution of units that are proper to this domain; and on the effect of communication sets and users on this specialized language. Main results of the semantic face analysis pointed to the cognitive-functional structure of TIMov, since the furniture industry needs to encompass all other technological activities related to it as a transformation industry. It is characterized as a dynamic structure, in which term creation is motivated by the need to name three main concept knots: materials, processes and equipment (machines and tools) used, in order to keep up with technological advances in the field. From a pragmatic point of view, it has been observed that social application of the products of the furniture industry is responsible for terminological variation, and that this terminology is present in different types of discourse, materialized in different text genres, with different terminological density, according to the social function they fulfill. The formal face analysis revealed particular term features. Simple monolexical terminological units can be identified by their reference to the main conceptual knots of the domain. Complex units formed by means of affixes and abbreviations are the most common, while polylexical units are mainly noun phrases having either an adjective or a preposition+noun determiner specifying the main concept. Further investigation may help determine whether these characteristics may be extended to other technical terminologies.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/8310
Arquivos Descrição Formato
000573386.pdf (2.836Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.