Repositório Digital

A- A A+

Discriminando múltiplos fatores determinantes da partição de nicho em pequenos mamíferos sul-americanos

.

Discriminando múltiplos fatores determinantes da partição de nicho em pequenos mamíferos sul-americanos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Discriminando múltiplos fatores determinantes da partição de nicho em pequenos mamíferos sul-americanos
Autor Gonçalves, Larissa Oliveira
Orientador Duarte, Leandro da Silva
Co-orientador Cáceres, Nilton Carlos
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
Assunto América do Sul
Mamíferos
Nicho ecológico
[en] Functional divergence
[en] Niche differentiation
[en] Small mammals
[en] South america
Resumo A estruturação em comunidades biológicas sugere que há fatores que determinam quais espécies poderão ocorrer juntas. Os pequenos mamíferos sul-americanos (marsupiais e roedores cricetídeos) apresentam um padrão de dispersão no continente sul-americano bastante distinto. Os marsupiais chegaram ao continente há cerca de 100 milhões de anos e os roedores cricetídeos o colonizaram apenas na formação do Istmo do Panamá em aproximadamente 2,5 milhões de anos. Atualmente esses dois grupos ocupam nichos bastante diversos e também específicos. O objetivo geral desta dissertação é explorar padrões funcionais entre pequenos mamíferos sul-americanos, apresentando uma nova métrica de análise e discriminando os principais mecanismos que estruturam esses padrões. Assim, ela está dividida em dois capítulos: o primeiro apresenta uma nova abordagem analítica para o cálculo de divergência funcional entre clados coocorrentes na mesma comunidade; o segundo trata de avaliar os principais determinantes da divergência funcional entre marsupiais e roedores cricetídeos sul-americanos. A métrica desenvolvida no primeiro capítulo foi adaptada da abordagem de diversidade beta funcional, entretanto, ao invés de compararmos pares de comunidades, comparamos pares de clados que coocorrem na mesma comunidade, distinguindo o quanto similiar ou diferente funcionalmente esses clados são. No segundo capítulo, verificamos que fatores ambientais, funcionais, históricos e evolutivos influenciam a divergência funcional entre os dois clados aqui estudados. Além disso, nós encontramos uma tendência de aumento da diferenciação de nicho entre marsupiais e roedores cricetídeos em direção ao norte do continente sul-americano. Nós podemos inferir que a porta de entrada da colonização dos roedores cricetídeos no continente determina, ainda hoje, padrões de funcionalidade dos ambientes, além de outros fatores importantes como o clima.
Abstract The existence of structure in biological communities suggests that there are factors that determine which species may occur together. Small mammals of South America (marsupials and cricetid rodents) show a pattern of dispersal in this continent quite different and interesting. Marsupials arrived on South American continent about 100 million years and cricetid rodents only colonized it in the formation of the Isthmus of Panama, approximately 2.5 million years. Currently, these two groups occupy several and specific niches. The major goal of this thesis is to explore functional patterns among small mammals in South America, presenting an analytical novelty and discriminating mechanisms that driving these patterns. Thus it is divided into two chapters: the first presents a new functional approach for the calculation of functional divergence among clades co-occurring in the same community; the second evaluates the main drivers of functional divergence between marsupials and cricetid rodents in South America. The metric developed in the first chapter was adapted from the approach of functional beta diversity, however, instead of comparing pairs of communities, we compared pairs of clades co-occurring in the same community, discriminating how functionally similar or different these clades are. In the second chapter, we found that environmental, functional, evolutionary and historical factors determine the functional divergence among two clades studied here. Furthermore, we found a trend of increased niche differentiation between marsupials and cricetid rodents northward South American continent. We may infer that the gateway of cricetid rodents already determines patterns of functionality in environments nowadays, beyond other important factors, like climate.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/84948
Arquivos Descrição Formato
000903851.pdf (1.550Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.