Repositório Digital

A- A A+

A Chave do tamanho abre o conhecimento do espaço geográfico

.

A Chave do tamanho abre o conhecimento do espaço geográfico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A Chave do tamanho abre o conhecimento do espaço geográfico
Autor Moraes, Gabino Ribeiro
Orientador Rego, Nelson
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geografia.
Assunto Geografia : Ensino
Geografia cultural
[en] Curriculum
[en] Geographic scale
[en] Geography teaching
[en] Reterritoriality
Resumo A presente dissertação caracteriza-se por uma proposta de instrumentalização do ensino de Geografia na perspectiva da interdisciplinaridade. Uma experiência de simbiose entre Geografia e Literatura foi realizada com a participação dos alunos do Projeto Amora, da quinta série do Ensino Fundamental do Colégio de Aplicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. A obra A chave do tamanho, de Monteiro Lobato, foi utilizada como subsídio para a percepção do conceito de escala geográfica, muitas vezes confundindo com escala cartográfica. Esse elo pretende possibilitar a construção de um aluno cidadão, com ênfase na leitura e na imaginação. O projeto foi desenvolvido na perspectiva da pesquisa-ação, que aborda os significados humanos presentes nos conteúdos escolares, refazendo as teias de relações das nossas tradições e raízes culturais, bem como da memória coletiva. As operações mentais que os alunos utilizam para estabelecer relações entre os objetivos, situações, fenômenos e pessoas ou personagens são modalidades estruturais de inteligência que se transformam em habilidades. Três níveis distintos de relações podem estabelecer-se entre o aluno e a obra literária. O nível básico de operações mentais torna presente o objeto do conhecimento para o sujeito por meio das ações de identificar, localizar, descrever, perceber e reconhecer. O nível operacional de relações com e entre os objetos reúne os procedimentos necessários de comparar, compor, medir, organizar, representar e transformar, entre outros. O nível global envolve as operações mais complexas de aplicação de conhecimento, as quais exigem as capacidades de analisar, explicar, abstrair e construir. O objetivo deste estudo é oportunizar condições que favoreçam ou interfiram na construção das relações espaciais no plano do ensino e da aprendizagem, analisar as orientações presentes nas propostas curriculares e visualizar novas hipóteses ou possibilidades para o entendimento das relações espaciais. Esta pesquisa está referenciada em uma abordagem qualitativa que tem por base um projeto desenvolvido em sala de aula. Para isso, as aulas foram ministradas por uma dupla de professores que realizaram leituras e reflexões sobre a temática, utilizando os seguintes recursos: desenhos, atividades escritas, mapas conceituais, leitura dos dez primeiros capítulos da obra literária, observações e participação dos alunos. Os dados levantados sugerem a viabilização da obra A chave do tamanho, de Monteiro Lobato, como recurso didático na prática do ensino de Geografia. Além de facilitar o entendimento da noção de escala geográfica, este projeto oferece também novas oportunidades para facilitar a compreensão da realidade local e global.
Abstract This dissertation intends to provide a tool to assist in the teaching of geography based on an interdisciplinary perspective. A project integrating geography and literature was carried out with students from the Amora project, at the primary education Aplicação School, of the Federal University of Rio Grande do Sul. Monteiro Lobato’s book A Chave do Tamanho was employed to help students’ perception of the concept of geographic scale, frequently mistaken with cartographic scale. This link was intended at fostering the development of more conscious students by focusing on reading and imagination. The project was developed from a research-action perspective, which addresses the human significations present in school contents, rethreading the relationship webs formed by our traditions and cultural roots, as well as our collective memory. The mental operations students employ to establish relations between objectives, situations, phenomena and persons/characters are structural kinds of intelligence that are turned into abilities. Three distinct levels of relations can be established between the student and the literary work. The basic level of mental operations occurs during reading, when students can perform processes involving identification, location, description, perception and recognition. The operational level happens through the relations established within the context of the book and involves the processes of comparison, composition, measurement, organization, representation and transformation amongst others. The global level involves more complex knowledge application operations, which require capabilities to analyse, explain, abstract and construct. The purpose of this study is to improve understanding of spatial relations at both teaching and learning levels; examine the orientations contained in the curricular proposals; and envisage new hypothesis or possibilities for understanding spatial relations. This research is grounded on a qualitative approach and based on a project developed within a classroom. To that aim, classes were undertaken by a pair of teachers who performed readings and reflections on the issue, using the following resources: drawings, written activities, conceptual maps, reading of the first ten chapters of the book, observations and students participation. The data collected suggest the viability of youth literature as a didactic resource for the teaching of geography. Besides facilitating the understanding of the notion of geographic scale, this project also provides new opportunities to improve the comprehension of the local and global realities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/8500
Arquivos Descrição Formato
000577952.pdf (1.927Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.