Repositório Digital

A- A A+

A epistemologia de Kuhn

.

A epistemologia de Kuhn

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A epistemologia de Kuhn
Autor Ostermann, Fernanda
Resumo Neste trabalho, é apresentada a epistemologia proposta por Kuhn, a partir de alguns conceitos principais de sua teoria: paradigma, ciência normal, revolução científica, incomensurabilidade. O modelo kuhniano encara o desenvolvimento científico como uma seqüência de períodos de ciência normal, nos quais a comunidade científica adere a um paradigma. Estes períodos, por sua vez, são interrompidos por revoluções científicas, marcadas por crises/anomalias no paradigma dominante, culminando com sua ruptura. A crise é superada quando surge um novo candidato a paradigma. Ao comparar o antigo e o novo paradigma, Kuhn defende a tese da incomensurabilidade. Algumas implicações de suas idéias para o ensino de Ciências são também discutidas.
Contido em Caderno catarinense de ensino de fisica. Florianópolis. Vol. 13, n. 3 (dez. 1996), p. 184-196
Assunto Ensino de ciências
Epistemologia
Filosofia da ciência
Kuhn, Thomas S. 1922-1996
Paradigma
Revoluções científicas
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/85016
Arquivos Descrição Formato
000257126.pdf (181.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.