Repositório Digital

A- A A+

Estudo in vitro da efetividade de diferentes protocolos de irrigação final para a remoção de detritos e lama dentinária do terço apical de canais radiculares

.

Estudo in vitro da efetividade de diferentes protocolos de irrigação final para a remoção de detritos e lama dentinária do terço apical de canais radiculares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo in vitro da efetividade de diferentes protocolos de irrigação final para a remoção de detritos e lama dentinária do terço apical de canais radiculares
Outro título The effectiveness of different final irrigation protocols on debris and smear layer removal of apical third of the root canals: sem study
Autor Justo, Aline Martins
Orientador Só, Marcus Vinicius Reis
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Camada de esfregaço
Canais radiculares : Obturacao
Canais radiculares : Tratamento
Endodontia
[en] Dentin debris
[en] Endodontics
[en] Irrigation systems
[en] Passive ultrasonic irrigation
[en] Root canal irrigation
[en] Smear layer
Resumo O objetivo desse estudo in vitro foi comparar os efeitos de diferentes protocolos de irrigação final, envolvendo três soluções irrigadoras, submetidas ou não à ativação ultrassônica passiva (AUP), para a remoção de detritos e lama dentinária, após o preparo químico-mecânico do canal radicular de dentes bovinos. Os canais de 84 incisivos laterais bovinos foram classificados em 3 diferentes calibres e preparados com limas manuais acopladas a um contra-ângulo oscilatório (NSK, Tokio, Japão). As soluções irrigadoras testadas foram o NaOCL 2,5%, a CHX 2% e o soro fisiológico. Os dentes foram clivados e, no terço apical de uma das metades radiculares, foi confeccionado um sulco longitudinal, simulando extensões de canais ovais, posteriormente preenchidos com detritos artificiais. Essas metades, após justapostas, foram incluídas, individualmente, em muflas. Após randomização em seis grupos (n = 14) foram submetidas a diferentes protocolos de irrigação final. Nos grupos NaOCl/AUP, CHX/AUP e SORO/AUP a solução foi ativada ultrassonicamente 3 vezes por 20 segundos. Nos demais grupos, a AUP não foi utilizada. Em todos os grupos foi realizada uma irrigação com 5ml de EDTA 17% durante três minutos, seguida de 2ml da respectiva solução irigadora. Foram estabelecidos escores para a remoção de detritos e lama dentinária e a avaliação foi realizada por microscopia eletrônica de varredura. Foi demonstrada associação entre os escores de remoção de detritos e os protocolos que utilizaram AUP (P < 0,05). Não foi observada associação entre os escores de remoção de lama dentinária e os protocolos que utilizaram ou não AUP (P = 0,766), entretanto, houve associação entre os escores de remoção de lama dentinária e as soluções irrigadoras (P < 0,05). Os protocolos de irrigação final que utilizaram AUP foram mais efetivos na remoção de detritos do terço apical do que os que não utilizaram. Os protocolos de irrigação final que utilizaram NaOCl 2,5% e EDTA foram mais efetivos na remoção de lama dentinária do terço apical do que os que utilizaram CHX 2% e SORO, independentemente da utilização da AUP. Os diferentes calibres de dilatação não influenciaram na remoção de detritos e lama dentinária do terço apical.
Abstract The aim of this in vitro study was to compare the effects of different final irrigation protocols, involving three irrigants, assossiated or not to passive ultrasonic irrigation (PUI). Debris and smear layer removal were evaluated after chemo-mechanical preparation of the bovine root canals. Eighty-four bovine lateral incisors were classified into three initial apical diameters and prepared with hand files attached to an oscillating handpiece (NSK, Tokio, Japan). The irrigants tested were 2.5% NaOCl, 2% CHX and saline. The teeth were split longitudinaly and in the apical third of one canal wall, a standardized groove was performed in order to simulate extensions of oval canals. Following this, these grooves were filled with dentin debris. After reassembling, the halves were included in a muffle. They were randomly divided into six groups (n = 14) and underwent to different final irrigation protocols. In groups NaOCl/PUI, CHX/PUI and SALINE/PUI the solution was ultrasonically activated 3 times for 20 seconds. In the other groups, PUI was not used. Irrigation with 5 ml 17% EDTA for three minutes followed by 2ml of the respective irrigant was performed in all groups. Specimens were scored for debris and smear layer removal and analyzed under scanning electron microscope. There was an association between the score of debris removal and protocols that used PUI (P < 0.05). No association was observed between the score of smear layer removal and the protocols that used PUI or not (P = 0.766); however, there was an association between the score of smear layer removal and the irrigants (P < 0.05). The final irrigation protocols that used PUI were more effective in removing debris from the apical third of those who did not. The final irrigation protocols that used 2,5% NaOCl and EDTA were more effective in removing smear layer at the apical third than the protocols that used 2% CHX and saline, regardless of the use PUI. Different apical diameters did not influence the debris and smear layer removal at the apical third.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/85147
Arquivos Descrição Formato
000905787.pdf (4.396Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.