Repositório Digital

A- A A+

Comércio popular : sociabilidades, identidades e ilegalidades a partir de um estudo etnográfico do Pop Center em Porto Alegre

.

Comércio popular : sociabilidades, identidades e ilegalidades a partir de um estudo etnográfico do Pop Center em Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comércio popular : sociabilidades, identidades e ilegalidades a partir de um estudo etnográfico do Pop Center em Porto Alegre
Autor Soilo, Andressa Nunes
Orientador Schuch, Patrice
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Camelô
Camelódromo
Comércio popular
Pop Center.
Sociabilidade
[en] Legality
[en] Pop center
[en] Sociability
[en] Street vendors
Resumo A presente pesquisa tem como marco a transição espacial dos camelôs regularizados pela Prefeitura de Porto Alegre/RS para um shopping no Centro da cidade. Esse shopping se chama, atualmente, “Pop Center” e abriga os comerciantes desde fevereiro de 2009. Este trabalho tem como objetivo analisar, a partir da perspectiva antropológica, como são construídas e relacionadas a sociabilidade e legalidades no novo camelódromo da cidade. Para a realização desta monografia foram utilizadas as técnicas da pesquisa etnográfica como observação participante, entrevistas estruturadas e semi-estruturadas, conversas informais com os pesquisados e coleta de documentos relacionados ao assunto como notícias de jornais e processos judiciais. O trabalho vincula os temas da sociabilidade e legalidades demonstrando que a nova configuração do comércio popular altera algumas práticas comerciais e relações sociais dos comerciantes sedimentadas nas ruas, além de apresentar interlegalidade que se articula no mesmo espaço. Essa nova sociabilidade ainda se encontra sob o jugo do controle, não somente estatal, mas também da administração do local – uma empresa privada, explicitando a construção de novos modos de encarar o controle através da construção, negociação e vinculação de legalidades próprias das práticas comerciais efetuadas pelos comerciantes, que são coexistentes com o texto jurídico oficial.
Abstract This research is marked by the spatial transition of regularized street vendors from Porto Alegre/Brazil to a shopping center in downtown. This mall is called, nowadays, “Pop Center” and house street vendor since February 2009. This work aims to analyze , from the anthropological perspective, how are constructed and related sociability and legalities in new space . For the realization of this study we have used ethnographic research based on participant observation, structured and semi –structured interviews, informal conversations with interlocutors and collected documents related to the subject as newspaper reports and court cases. This work links the themes of sociability and legalities demonstrating that the new configuration of popular market changes some business practices and social relations that were sedimented in the streets, moreover, presents “interlegality” that is articulated in the same space. This new sociability is still under control, not only by State, but also by the mall’s administration - a private company, that also evidences new ways of looking at the control through the construction, negotiation and binding of legalities of popular market practices, who are coexisting with the official legal text.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/85212
Arquivos Descrição Formato
000909161.pdf (1.638Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.