Repositório Digital

A- A A+

Representações de médicos neurofisiologistas acerca da tecnologia e da prática médica

.

Representações de médicos neurofisiologistas acerca da tecnologia e da prática médica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Representações de médicos neurofisiologistas acerca da tecnologia e da prática médica
Autor Camini, Nei Antônio
Orientador Schabbach, Leticia Maria
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Neurofisiologistas
Prática médica
Representações sociais
Tecnologia
[en] Medical practice
[en] Neurophysiologists physicians
[en] Social representation
[en] Technology
Resumo O trabalho analisa representações de médicos neurofisiologistas a respeito da tecnologia e de como esta modifica a prática médica e a relação médico-paciente. Através de pesquisa qualitativa operacionalizada por meio de entrevistas semiestruturadas com neurofisiologistas do Serviço de Neurofisiologia Clínica da Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, buscou-se apreender: a) qual a importância atribuída pelos profissionais aos laudos e exames tecnológicos na prática médica; b) de que forma o uso da tecnologia altera a prática diária dos profissionais quanto às facilidades e dificuldades no processo adaptativo aos novos procedimentos, a sua influência sobre a eficiência e eficácia do diagnóstico, dentre outros aspectos; c) como a tecnologia interfere na relação médico e paciente, especialmente quanto a: maior ou menor tempo de consulta, possibilidade de realizar um atendimento integralizado, ou, do contrário, abreviado, bem como as implicações da utilização dos procedimentos tecnológicos quanto à comunicação com os pacientes. Dentre os resultados da pesquisa, constatou-se que os neurofisiologistas entrevistados valorizam tanto o uso da tecnologia quanto a clínica médica e o exame físico do paciente. A maioria deles prefere realizar os exames tecnológicos, por uma questão de comodidade e tranquilidade, na medida em que a clínica, por sua alta complexidade, produz um desgaste mental considerável. Os médicos também enfatizaram que a investigação dos aspectos psicológicos, durante a anamnese é altamente relevante para o diagnóstico da doença. Verificou-se, ainda, que os aspectos socioeconômicos e relativos às crenças dos pacientes são pouco considerados, restringindo-se às iniciativas de alguns médicos. Por fim, percebeu-se que os neurofisiologistas com maior tempo de serviço (mais de 20 anos) têm ou tiveram certa dificuldade para se adaptar ao uso das novas tecnologias, ao contrário dos menos experientes, que já as incorporaram, como facilitadoras, no seu cotidiano profissional.
Abstract This work analyses the representations of technology and of how it alters medical practice and doctor-patient relations, held by neurophysiogists. By means of a qualitative research using semi-structured interviews with neurophysiologists from the Clinical Neurophysiology Service of the Irmandade Santa Casa de Misericórdia, in Porto Alegre, Brazil, we sought to understand: a) what is the importance attributed by the medical professionals to the technological tests and reports in the medical practice; b) how does the use of technology alter medical professionals’ everyday practice regarding the advantages and difficulties in the process of adaptation to new procedures, its influence over the efficiency and effectiveness of diagnosis, amongst other aspects; c) how technology interferes in doctor-patient relations, especially regarding: increased or decreased time of consultation, possibility of providing a comprehensive, or, otherwise, brief care, as well as the implications of the use of technological procedures in what concerns to communication with patients. It has been noted within research results that the interviewed neurophysiologists value the use of technology as much as the medical practice and clinical examination of patients. Most prefer to perform technological examinations because of the convenience and facility they offer, while the clinical practice, due to its high level of complexity, generates considerable mental fatigue. The doctors also highlighted that the examination of psychological aspects during anamnesis is highly relevant to diagnosis. It has also been observed that socioeconomic and beliefs-related aspects involving patients are hardly regarded, only being considered when the practitioner expresses interest. Finally, it was observed that the neurophysiologists with longer experience in practice (over 20 years) face, or have faced, a certain level of difficulty to adapt to the use of new technologies, unlike those with less experience, who have already incorporated them as facilitative mechanisms into their everyday practice.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/85216
Arquivos Descrição Formato
000909191.pdf (1.217Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.