Repositório Digital

A- A A+

Adequabilidade da assistência pré-natal em uma estratégia de saúde da família de Porto Alegre-RS

.

Adequabilidade da assistência pré-natal em uma estratégia de saúde da família de Porto Alegre-RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adequabilidade da assistência pré-natal em uma estratégia de saúde da família de Porto Alegre-RS
Outro título Adecuacón de cuidado prenatal en una estrategia de salud familiar de Porto Alegre-RS
Outro título Adequacy of prenatal care in a family health strategy program from Porto Alegre-RS
Autor Hass, Cimone Noal
Teixeira, Luciana Barcellos
Beghetto, Mariur Gomes
Resumo O estudo objetivou avaliar a adequabilidade da assistência pré-natal de baixo risco, conforme a recomendação do Ministério da Saúde, quanto ao número mínimo de consultas, e verificar possíveis fatores associados. Avaliou-se a atenção pré-natal de uma coorte histórica de 95 gestantes. Mais de 50% das mulheres fizeram 6 ou mais consultas de pré-natal. O início do pré-natal ocorreu no primeiro trimestre de gestação para 52% das mulheres; 84,2% das mulheres realizaram todos os exames de pré-natal e apenas 16,8% realizaram consulta no puerpério. A assistência pré-natal foi considerada adequada para 2,1% da amostra. Maior número de consultas pré-natal foi observado entre as mulheres com companheiro e com maior número de filhos. Os registros demonstraram baixa adequação à totalidade dos critérios mínimos estabelecidos e poucos fatores parecem explicar esse cenário.
Resumen El objetivo del estudio fue evaluar la adecuación de la atención prenatal de bajo riesgo, según lo recomendado por el Ministerio de Salud, y el número mínimo de consultas, e identificar los posibles factores asociados. Se evaluó la atención de prenatal de una cohorte histórica de 95 embarazadas. Más del 50% de las mujeres hicieron 6 o más consultas de prenatal. El inicio del prenatal se realizó en el primer trimestre de gestación para el 52% de las mujeres; el 84,2% de las mujeres realizó todos los exámenes de prenatal y sólo el 16,8% realizó consulta en el puerperio. La asistencia prenatal fue considerada adecuada para el 2,1% de la muestra. Más números de consultas prenatales fueron observados entre las mujeres con compañero y con mayor número de hijos. Los registros demostraron baja adecuación a la totalidad de los criterios mínimos establecidos y pocos factores parecen explicar ese escenario.
Abstract The study aimed to evaluate the adequacy of low-risk prenatal care, as recommended by the Ministry of Health, concerning the minimum number of consultations, and identify possible associated factors. Prenatal care was evaluated in a historical cohort study of 95 pregnant women. Over 50% of the women underwent six or more prenatal consultations. The beginning of the prenatal care began in the first trimester of the gestation for 52% of the women, 84.2% of the women did all their prenatal medical tests, and only 16.8% had postpartum consultations. Prenatal assistance was considered adequate for 2.1% of the sample. A higher number of prenatal consultation was observed among women who had a partner and who had other children. The records reveal a low adequacy level with all minimum criteria established and few factors seem to explain this scenario.
Contido em Revista gaúcha de enfermagem. Porto Alegre. Vol. 34, n. 3 (2013), p. 22-30
Assunto Atenção primária à saúde
Cuidado pré-natal
Enfermagem em saúde comunitária
Gestantes
Saúde da mulher
[en] Community health nursing
[en] Health services
[en] Pregnant women
[en] Prenatal care
[en] Primary health care
[en] Women’s health
[es] Atención prenatal
[es] Atención primaria de salud
[es] Enfermería en salud comunitaria
[es] Mujeres embarazadas
[es] Salud de la mujer
[es] Servicios de salud
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/85471
Arquivos Descrição Formato
000904062.pdf (117.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.