Repositório Digital

A- A A+

Estudo de caso de avaliação da eficiência do tratamento biológico de lodos ativados

.

Estudo de caso de avaliação da eficiência do tratamento biológico de lodos ativados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo de caso de avaliação da eficiência do tratamento biológico de lodos ativados
Autor Benvenuti, Jaqueline
Orientador Gutterres, Mariliz
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo Devido ao constante aumento das exigências e fiscalização dos órgãos ambientais quando do lançamento de efluentes industriais nos corpos receptores, as indústrias vem procurando tratar adequadamente seus efluentes e, para isso, necessitam de um sistema de tratamento que seja eficiente. Este trabalho foi realizado com a finalidade de contribuir com este propósito. O tratamento biológico de efluentes é uma etapa de extrema importância do ponto de vista da produção mais limpa, visto que não demanda a adição de produtos químicos, e é uma etapa que deve ser otimizada para garantir um tratamento eficiente. Assim, foram coletadas amostras de efluentes de um curtume nos seguintes pontos da ETE: entrada da lagoa de aeração, saída da lagoa de aeração, lodo de retorno do decantador secundário e saída do decantador secundário. Nestes pontos foram avaliados COT, DBO5, DQO, NTK, Sólidos e Cloretos, além de parâmetros do sistema como tempo de detenção hidráulica (t), índice volumétrico de lodo (IVL) e idade do lodo (θc). Com um tempo de detenção hidráulica de aproximadamente 10 dias e operando com idade de lodo adequada (23 dias), a análise dos valores obtidos indicou uma remoção de 80% de COT ao final do tratamento secundário, apresentando uma eficiência satisfatória para este parâmetro, porém, mesmo com um tempo de detenção no sistema elevado, verificou-se pouca alteração em parâmetros como sólidos e NTK. Verificou-se uma alta concentração de cloretos que podem estar prejudicando a atuação dos microrganismos do sistema de lodos ativados, e refletindo em parâmetros como a remoção de nitrogênio e os sólidos dissolvidos. É necessário reavaliar o sistema de tratamento secundário a fim de adequá-lo, da melhor maneira, às características do efluente que entra na lagoa de aeração, oriundo do tratamento primário, visando aumentar os índices de remoção para todos os parâmetros analisados.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/85647
Arquivos Descrição Formato
000908788.pdf (813.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.