Repositório Digital

A- A A+

Revista Movimento : análise dos sentidos e da repercussão de um periódico "que se faz" no campo da educação física brasileira

.

Revista Movimento : análise dos sentidos e da repercussão de um periódico "que se faz" no campo da educação física brasileira

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Revista Movimento : análise dos sentidos e da repercussão de um periódico "que se faz" no campo da educação física brasileira
Outro título Revista Movimento : análisis de los sentidos y de la repercusión de un periódico que "se realiza" en el campo de la Educación Física brasileira
Outro título Revista Movimento : analysis of the meanings and repercussions of a journal that “builds itself” in the field of Brazilian Physical Education
Autor Stigger, Marco Paulo
Freitas, Maitê Venuto
Rydz, Solange
Myskiw, Mauro
Resumo Identificando a revista Movimento como uma instituição vinculada à história da Escola de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, nesse artigo buscamos compreender como ocorreu o processo da sua produção/repercussão, a partir do momento em que se especializou como um periódico da educação física em interface com as ciências humanas e sociais (2003-2010). As respostas vinculadas a esse objetivo foram obtidas a partir de análises de entrevistas semiestruturadas realizadas com editores e ex-editores do periódico, assim como com pessoas em destaque no contexto da acadêmico/científico da Educação Física Brasileira; também foram analisados documentos vinculados à produção periódica em geral à revista Movimento em particular. Pode-se concluir que o processo de especialização da revista se vinculou à tensão existente no campo acadêmico/científico da Educação Física Brasileira. O sentido deste periódico não é redutível à socialização do conhecimento, mas engloba, também, um sentido de representatividade e de avaliação/classificação no campo, com profundos vínculos com a pós-graduação, com quem tem uma imbricação visceral. Isto fez parte de um processo que se impulsiona no momento de sua especialização e outros esforços vinculados às lógicas do campo científico. A revista Movimento é, assim, produto e resultado do seu desenvolvimento e do desenvolvimento da subárea das socioculturais, onde se consolida como um capital.
Resumen Identificando la revista Movimento como una institución vinculada a la historia de la Escuela de Educación Física de la Universidad Federal de Rio Grande do Sul, en este artículo tratamos de comprender cómo ocurrió el proceso de su producción/repercusión, a partir del momento en que se especializó como un periódico de la educación física en interfaz con las ciencias humanas y sociales (2003-2010). Las respuestas vinculadas a ese objetivo se obtuvieron a partir de análisis de entrevistas semiestructuradas realizadas con editores y ex-editores del periódico, así como con personas en destaque en el contexto académico/científico de la Educación Física Brasileña; se analizaron también documentos vinculados a la producción periódica en general a la revista Movimento en particular. Es posible concluir que el proceso de especialización de la revista se vinculó a la tensión existente en el campo académico/científico de la Educación Física Brasileña. El sentido de este periódico no se reduce a la socialización del conocimiento, sino engloba también, un sentido de representatividad y de evaluación/clasificación en el campo, con profundos vínculos con el postgrado, con quien tiene una imbricación visceral. Esto forma parte de un proceso que se impulsa en el momento de su especialización y otros esfuerzos vinculados a las lógicas del campo científico. La revista Movimento es, por lo tanto, producto y resultado de su desarrollo y del desarrollo de la subárea sociocultural, donde se consolida como un capital.
Abstract Identifying the journal Movimento as an institution linked to the history of the School of Physical Education of the Federal University of Rio Grande do Sul, this article intends to understand how the process occurred in its production/impact, from the moment in which it specialized as a physical education journal in interface with the human and social sciences (2003-2010). The responses linked to this objective were obtained from analysis of semi-structured interviews with editors and former editors of the journal, as well as people highlighted in the academic/scientific context of Brazilian Physical Education; documents related to periodic production in general, to the journal Movimento in particular, were also analyzed. It can be concluded that the specialization process of the journal is linked to the tension in the academic/scientific field of Brazilian Physical Education. The meaning of this journal is not reducible to the socialization of knowledge, but it also includes a meaning of representativeness and evaluation/classification in the field, with deep ties to the graduate program, with which it has a visceral overlap. This was part of a process that propels itself at the time of its specialization and other efforts related to the logic of the scientific field. The journal Movimento is thus a result and product of its development and of the development of the sociocultural subfield, where it is established as a capital.
Contido em Movimento, Porto Alegre,. Vol. 16 n. esp. (2010), p. 113-154
Assunto Educação física
Periódicos : Brasil Rio Grande do Sul
Revistas
[en] History
[en] Journals as the subject
[en] Physical education
[en] Sociology
[es] Educación Física
[es] Historial
[es] Publicaciones periódicas como asunto
[es] Sociología
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/86148
Arquivos Descrição Formato
000780491.pdf (77.01Kb) Texto completo (espanhol) Adobe PDF Visualizar/abrir
000780491-02.pdf (155.2Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir
000780491-03.pdf (267.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.