Repositório Digital

A- A A+

Alterações curriculares de uma escola septuagenária : um estudo sobre as grades curriculares dos cursos de formação superior em Educação Física da ESEF/UFRGS

.

Alterações curriculares de uma escola septuagenária : um estudo sobre as grades curriculares dos cursos de formação superior em Educação Física da ESEF/UFRGS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Alterações curriculares de uma escola septuagenária : um estudo sobre as grades curriculares dos cursos de formação superior em Educação Física da ESEF/UFRGS
Outro título Changes in the curriculum of a septuagenarian school : a study on the frameworks of higher education courses in Physical Education of the ESEF/UFRGS
Outro título Alteraciones curriculares de una escuela septuagenaria : un estudio sobre los mapas curriculares de los cursos de formación superior en Educación Física de ESEF/UFRGS
Autor Fraga, Alex Branco
Wachs, Felipe
Nunes, Rute Viégas
Bossle, Cibele Biehl
Bastos, Ana Paula Pagliosa
Breunig, Felipe Freddo
Resumo O artigo é oriundo de um estudo sobre os currículos de formação superior em Educação Física da ESEF/UFRGS em 70 anos de existência. O objetivo geral foi evidenciar elementos que mobilizaram alterações curriculares marcantes ao longo deste período. Para tanto, realizamos um mapeamento das grades curriculares de 1941 a 2010 por meio dos seguintes documentos: registros de graus, catálogos de cursos, página da UFRGS na internet entre outros. Através de análise documental destacamos seis "pontos de tensão" que se constituíram a partir de, e ao mesmo tempo mobilizaram, importantes alterações curriculares: 1) currículos da ESEF e o marco regulatório educacional 2) vinculação das disciplinas aos diferentes departamentos; 3) separação dos percursos curriculares de homens e mulheres; 4) proporcionalidade entre disciplinas obrigatórias e eletivas; 5) surgimento e expansão dos estágios obrigatórios; 6) fortalecimento da pesquisa na formação inicial. Por recobrir todo o período analisado, e se articular mais densamente com os demais, aqui nos concentramos exclusivamente no primeiro ponto. Concluímos que a pressão exercida pelo marco regulatório educacional sobre os cursos de formação da ESEF/UFRGS foi mais intensa em três grandes momentos: federalização da escola em 1970, mudanças curriculares de 1987 e divisão licenciatura/ bacharelado em 2005.
Abstract This article is based on a study about the Physical Education Curricula for Higher Education at ESEF/UFRGS University in its 70 years of existence. The general goal was to show elements that rendered important curricular changes through this time. Therefore, we made a mapping of the curricular grids from 1941 to 2010 based on the following documents: records of degrees, registration books, courses' catalogues, UFRGS's website among others. From the documental analyses, we highlight six points of tension which were constituted from, and at the same time rendered important curricular changes: (1) the ESEF's Curricula and the educational regulatory mark; (2) the linking of disciplines to different departments; (3) the separation of the curricular paths of men and women; (4) the proportion between mandatory and elective disciplines; (5) the emergence and expansion of mandatory teaching practice; (6) the strengthening of research at the initial formation. In this article, we focused on the first point because it covers all studied period and deeply report to the others. We concluded that the tension pressed by the educational regulatory mark on ESEF's courses was stronger in 3 major moments: The school's federalization in 1970, the curricular changes in 1987 and the division of the teaching course/baccalaureate in 2005.
Resumen El artículo es resultado de un estudio sobre los currículos de formación superior en Educación Física de ESEF/UFRGS en 70 años de existencia. El objetivo general fue destacar elementos que provocaron alteraciones curriculares importantes en el transcurso de este período. Para ello, realizamos un mapeo de los mapas curriculares de 1941 a 2010 por medio de los siguientes documentos: registros de niveles, catálogos de cursos, página de UFRGS en Internet entre otros. A través del análisis documental destacamos seis "puntos de tensión" que se presentaron a partir de y al mismo tiempo movilizaron importantes alteraciones curriculares: 1) currículos de ESEF y el marco regulatorio educativo 2) vinculación de las asignaturas a los diferentes departamentos; 3) separación de los recorridos curriculares de hombres y mujeres; 4) proporcionalidad entre asignaturas obligatorias y selectivas; 5) surgimiento y expansión de las prácticas obligatorias; 6) fortalecimiento de la investigación en la formación inicial. Por cubrir todo el período analizado y articularse de forma más densa con los demás, nos concentramos aquí exclusivamente en el primer punto. Concluimos que la presión ejercida por el marco regulatorio educativo sobre los cursos de formación de ESEF/UFRGS fue más intensa en tres grandes momentos: federalización de la escuela en 1970, cambios curriculares en 1987 y división licenciatura/diplomatura el 2005.
Contido em Movimento, Porto Alegre,. Vol. 16 n. esp. (2010), p. 61-87
Assunto Currículo : Avaliação
Educação física : Ensino superior
[en] Curriculum
[en] Physical education
[en] Professional formation
[es] Educación física
[es] Formación profesional
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/86392
Arquivos Descrição Formato
000780391.pdf (234.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir
000780391-02.pdf (136.6Kb) Texto completo (espanhol) Adobe PDF Visualizar/abrir
000780391-03.pdf (173.7Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.